terça-feira, 23 julho 2024
- Publicidade -
35.8 C
Nova Olímpia
- Publicidade -
abaixo de ultimas notícias

Pesquisa mostra que mato-grossenses pretendem gastar mais no Dia das Crianças em 2022

 

A melhora da condição econômica, influenciada pelo aumento da ocupação e da renda da população, pode ter contribuído para o resultado da pesquisa de intenção de gastos com presentes para o Dia das Crianças neste ano. O levantamento, feito pelo Instituto de Pesquisa e Análise da Fecomércio-MT (IPF-MT), mostrou que 53% dos mato-grossenses pretendem gastar mais com os pequenos. A pesquisa foi realizada com 305 pessoas em 32 municípios do estado, entre os dias 31 de agosto e 27 de setembro.

De acordo com o levantamento, 51% dos entrevistados pretendem realizar compras e o gasto médio passou de R$172,20 no ano passado para R$ 193,83. Além disso, 30% pretendem gastar o mesmo valor do que foi gasto no ano passado e apenas 17% pretendem gastar menos. A estimativa do IPF-MT é que a data, celebrada no dia 12 de outubro, deve movimentar cerca de R$ 350 milhões no estado.

O cartão de crédito será a principal forma de pagamento para os entrevistados (46%), seguido de dinheiro (27%), cartão de débito (20%) e, por último, o Pix (7%). Para o presidente da Fecomércio-MT, José Wenceslau de Souza Júnior, a data é considerada uma das principais para o comércio mato-grossense.

“O Dia das Crianças é muito importante do ponto de vista econômico, já que está entre um período sem datas comemorativas de julho a setembro e próximo às comemorações de fim de ano. Portanto, é uma data bastante esperada pelos comerciantes e comerciários, o que gera boas expectativas para o setor”.

Os tradicionais brinquedos ainda são maioria na escolha dos consumidores (63%), seguido de roupas/acessórios (33%). Já 3% dos respondentes pretendem sair para comemorar e 1% disse que irá comprar chocolates. As lojas de rua também serão mais procuradas pelos consumidores (52%), em seguida vem as de shopping (36%) e, por fim, o e-commerce (12%).

Wenceslau Júnior salienta que as opções de compra contribuem, principalmente, nas atividades ligadas ao comércio e serviços. “Essa pretensão de gastos para a data mostra um cenário muito positivo, já que faz com que a renda circule e pode expandir o crescimento econômico no último trimestre do ano, associando as demais datas que virão nos próximos meses”, concluiu.

O Sistema S do Comércio, composto pela Fecomércio, Sesc, Senac e IPF em Mato Grosso, é presidido por José Wenceslau de Souza Júnior. A entidade é filiada à Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), que está sob o comando de José Roberto Tadros.

- Publicidade -
big master

Compartilhe

Popular

Veja também
Relacionados

Cresce procura por crédito para energia solar no Estado

A crescente preocupação com os impactos negativos ao meio...

Corinthians manifestou interesse pelo atacante Isidro Pitta, do Cuiabá

O atacante Ángel Romero revelou, nesta semana, que o Corinthians perguntou a...
Feito com muito 💜 por go7.com.br