sábado, 13 abril 2024
- Publicidade -
25.7 C
Nova Olímpia
- Publicidade -
abaixo de ultimas notícias

Gasto médio de mato-grossenses na Black Friday deve chegar a R$ 2,3 mil

Quantia que consumidores têm disponíveis para gastar na Black Friday deve dobrar em 4 anos, e PIX é uma forte alternativa

O gasto dos mato-grossenses com compras na Black Friday deve ultrapassar R$ 2,3 mil neste ano. Os objetos mais desejados são eletrônicos e eletrodoméstico, que somam mais de 50% das intenções de compra.

Os dados estão em pesquisa da Federação das Câmara dos Dirigentes Lojistas de Mato Grosso (FCDL-MT). Os consumidores estão dispostos a gastar a partir de hoje (23), véspera da Black Friday, R$ 2.396. A quantia é o dobro do que eles esperavam gastar na data em 2020 (R$ 1.133).

Em 2022, o gasto médio ficou em R$ 2.106 e 57,3% das pessoas planejavam comprar ao menos um objeto. Neste ano, além do valor maior, a quantidade de pessoas na fila de compra também cresceu, 57,7% devem aproveitar as promoções.

A pesquisa da CDL entrevistou 400 pessoas economicamente ativas entre o fim de outubro e o início deste mês nas cidades polos de Mato Grosso. O público foi estratificado em 4 faixas de ganho, entre R$ 4 mil e acima R$ 10 mil.

Em todas, a intenção de compra se concentra em celulares, computadores e outros eletrônicos, junto com eletrodomésticos. Na faixa de pessoas com salário acima de R$ 10 mil, os grupos somam mais de 75%.

“A compra da Black Friday é bem diferente da compra de Natal, são gerações diferentes planejamentos diferentes. O pessoal da Black Friday é mais jovem, com até 26 anos, e planeja comprar algo pra si mesmo. No Natal, as pessoas são lembradas, presentes para amigos, familiares e confraternizações”, comenta o economista Éber Capistrano, responsável pela pesquisa.

Dívida na virada do ano

Conforme a pesquisa, 39,5% das pessoas pretendem gastar mais neste ano do que na edição passada da Black Friday. Mais metade dos entrevistados (54,4%) devem fazer suas compras entre hoje, véspera da data, e sexta-feira (24).

Eles também indicaram que devem começar 2024 com dívida nova, pois 63,4% pretendem parcelar a dívida. Dentre aqueles que pretendem pagar à vista, 38% devem usar PIX para quitar.

- Publicidade -

Compartilhe

Popular

Veja também
Relacionados

Feito com muito 💜 por go7.com.br