terça-feira, 23 julho 2024
- Publicidade -
Dengue
35.8 C
Nova Olímpia
- Publicidade -
abaixo de ultimas notícias

"Amigos" atropelaram, espancaram e tentaram decapitar homem achado morto em rio

 

Dois homens foram presos por envolvimento na morte de Everton Passos de Andrade, 39 anos, em Sorriso (420 km de Cuiabá). A vítima foi espancada, atropelada e brutalmente assassinada. O corpo foi localizado cinco dias após o crime, às margens de um rio em Ipiranga do Norte (530 km da capital). Everton e os assassinos estavam desaparecidos desde a última terça-feira (06).

Xuxa, como Everton era conhecido, e os assassinos, Richard Bortolo e Matheus Augusto Drago Schnoore, eram 'amigos' e estavam juntos em uma confraternização. Ao saírem da festa, os três teriam se desentendido e começado uma discussão, que logo tornou-se acalorada. Os homens, então, atropelaram a vítima. Em seguida, Everton foi espancado com vários chutes até ficar desacordado. Depois, foi degolado. Os homens ainda jogaram o corpo da vítima em um rio, fugindo em seguida. 

Quando não retornaram para casa, as famílias dos três homens procuraram a polícia e iniciaram as buscas, que cessaram no sábado (10), quando o corpo de Everton foi encontrado por populares às margens de um rio. 

De acordo com a Polícia Civil, Everton era natural de Andradina (SP) e estava desaparecido desde a última terça-feira (06), após sair de uma confraternização em um rancho em Sorriso.  O corpo da vítima foi localizado no sábado (10), em uma região de mata, no município de Ipiranga do Norte. 

Em entrevista ao Programa do POP, da Tv Cidade Verde, o delegado Eugênio Rudy Junior, responsável pelo caso, revelou detalhes sobre a brutalidade do crime. “Nós sabemos que houve uma discussão muito acalorada e por isso, entendemos que o motivo foi fútil, por conta de uma discussão não se pode tirar a vida de ninguém, mas não sabemos o que deu início a essa discussão e o que iniciou a execução. Sabemos que discutiram e brigaram no local. Depois disso, os dois deixaram o local e a vítima ficou. Quando os dois voltaram em uma S-10, já foram atropelando a vítima e em seguida agrediram até ele desmaiar. Colocaram o corpo na caçamba de uma caminhonete e levaram para outro local. Lá cortaram o pescoço, em esgorjamento, que é o ato de quase separar completamente a cabeça do corpo, não necessariamente uma degola, e depois jogaram o corpo no rio”. 

Ainda segundo o delegado, os rapazes haviam foragido para o estado de Rondônia, após o ocorrido. Com informações de testemunhas, que presenciaram o crime e narraram o ocorrido com detalhes à polícia, foram  levantadas informações suficientes que confirmaram o envolvimento. O delegado, então, pediu mandados de prisão temporária, que foram deferidos pela Justiça e difundidos para o estado de Rondônia e para a Polícia Civil da fronteira. 

Ao tomar conhecimento de que o corpo de Everton havia sido encontrado, os criminosos se entregaram na delegacia de Comodoro (644 km da capital), quando os mandados de prisão foram cumpridos.

As investigações seguem em andamento para total esclarecimento do crime.

- Publicidade -
big master

Compartilhe

Popular

Veja também
Relacionados

Cresce procura por crédito para energia solar no Estado

A crescente preocupação com os impactos negativos ao meio...

Corinthians manifestou interesse pelo atacante Isidro Pitta, do Cuiabá

O atacante Ángel Romero revelou, nesta semana, que o Corinthians perguntou a...
Feito com muito 💜 por go7.com.br