terça-feira, 23 abril 2024
- Publicidade -
Dengue
29.1 C
Nova Olímpia
- Publicidade -
abaixo de ultimas notícias

PRESENTES EM ALTA – Consumidores estão mais confiantes para comprar neste fim de ano, aponta Fecomércio

O penúltimo mês do ano trouxe mais um crescimento na pesquisa de Intenção de Consumo das Famílias (ICF) em Cuiabá, reforçando a tendência de aumento no consumo e, por consequência, da movimentação econômica na capital. Os dados levantados pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) e analisados pelo Instituto de Pesquisa e Análise da Fecomércio Mato Grosso (IPF-MT) mostram um crescimento de 1,8% em novembro na comparação com o mês anterior, atingindo 104,3 pontos e permanecendo, inclusive, na margem de satisfação do índice pelo terceiro mês consecutivo.

A pontuação atual também é bem superior no comparativo com o mesmo mês do ano passado, quando somava 77,7 pontos, em margem de insatisfação. O crescimento no período, segundo análise do instituto, está 34,2% superior e é o maior desde março de 2015.

O presidente da Fecomércio-MT, José Wenceslau de Souza Júnior, também destaca a continuidade do índice em patamar de satisfação por parte dos consumidores, o que pode ser visto como positivo e atrativo pelos empresários do comércio. “A permanência na zona de satisfação também contribui na confiança dos empresários não somente de Cuiabá, mas do estado, que veem este período do ano como um dos melhores para elevarem o faturamento, em razão das datas comemorativas que se aproximam”.

Os subíndices da pesquisa se mostram em crescimento em sua maioria, onde apenas o Emprego Atual mostrou queda de 0,3%. Entre os crescimentos, os mais expressivos são o Momento para duráveis, com avanço de 9,6% e Nível de Consumo Atual, com alta de 2,3%. Além disso, a Perspectiva Profissional e Renda Atual cresceram, 1,2% e 1,5%, respectivamente.

Wenceslau Júnior esclarece que “mesmo com a leve diminuição no subíndice de emprego atual neste mês, os demais se mostram em alta considerável, o que pode colaborar para um crescimento em dezembro, que é um mês de tendência no aumento do consumo das famílias”.

Conforme a pesquisa da CNC, quando perguntado sobre o emprego atual, 54,3% afirmaram estar mais seguros no momento do que no mesmo período do ano passado e 52,6% disseram que a perspectiva profissional para os próximos seis meses é positiva. Outro fator relevante é que 54,9% disseram que a renda atual está melhor atualmente na comparação anual e 42,2% afirmaram que o acesso ao crédito é mais difícil no momento.

O presidente da Federação do Comércio de Mato Grosso conclui que “tanto os índices de perspectivas profissionais, quanto de perspectiva de consumo se mostram em aumento, indicando uma positividade nas expectativas das famílias para os próximos meses, fator importante para manutenção do crescimento do consumo e, por consequência, da movimentação econômica”.

Índice nacional

Pontuando muito próximo do averiguado em Cuiabá, o índice nacional apresenta avanço mensal de 0,7% em novembro, em 104,9 pontos. Todos os subíndices na avaliação nacional se mostraram crescentes, com destaque para Nível de Consumo Atual (1,7%) e Momento para Duráveis (1,3%).

- Publicidade -

Compartilhe

Popular

Veja também
Relacionados

MT entrega 30 mil uniformes escolares confeccionados por reeducandos

 O Governo de Mato Grosso vai entregar, nesta quarta-feira...

Decreto de Lula é visto como ameaça real e acirra ânimos entre governo e o Agro

O decreto 11.995/2024, que institui o Programa Terra da Gente...
Feito com muito 💜 por go7.com.br