domingo, 26 maio 2024
- Publicidade -
Dengue
25.4 C
Nova Olímpia
- Publicidade -
abaixo de ultimas notícias

MT encerrou 2022 com uma alta anual de 4% em venda de carro zero

As vendas de veículos novos cresceram 4,1% em 2022 na comparação com 2021, em Mato Grosso. Os dados são da Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave). No ano passado, foram emplacadas 100.650 de unidades, contra 96.674 no ano anterior.

Em dezembro, a comercialização de veículos registrou alta de 4,08% em comparação com o mesmo mês de 2021, com a venda de 9.710 unidades. O presidente da Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave) – Regional Mato Grosso, Paulo Boscolo, avalia os resultados por segmento.

Em relação aos modelos automóveis e comerciais leves, por exemplo, Boscolo que é o segmento de maior representatividade no share estadual, ou seja, o responsável pelo maior volume de vendas. As vendas de automóveis tiveram queda de 8,26% no ano passado, com o emplacamento de 26.413 carros.

Em dezembro, foram vendidos 2.548 automóveis, um aumento de 17,91% em relação ao mesmo mês de 2021, que comercializou 3.104 unidades. Os veículos comerciais leves tiveram uma retração de 0,44% em 2022 na comparação com o ano anterior, com o emplacamento de 15.985 unidades.

O segmento teve queda de 9,34% na comercialização em dezembro, sendo que vendeu 1.476 unidades. Boscolo lembra que o segmento representa maior valor agregado, no entanto, teve redução expressiva de 8,26%, na contramão do resultado nacional, que teve um saldo positivo, modesto, porém apresentando alta.

“Foi um ano de altos e baixos, que começou com falta de produtos, longas filas de espera e sequenciais aumentos de tabelas de preços. Terminamos o ano com os pátios lotados e a volta de políticas agressivas para conquistar clientes, como a taxa 0%”.

Ele destaca ainda que se percebeu também um aumento substancial no estoque de seminovos nas concessionárias, fruto de uma paralisação nas vendas desses carros usados e, consequente, redução drástica nos valores de avaliações dos mesmos.

MOTOS – As motos tiveram alta de 10,25% nos emplacamentos de 2022, com a venda de 39.405 unidades.

Em dezembro, a comercialização dos veículos de duas rodas cresceu 28,19%, com a venda de 4.156 unidades. “Motocicletas foram o destaque devido ao incremento dos serviços de delivery e aumento no preço dos combustíveis, provocando a busca por alternativas mais econômicas. Isso está aliado à regularização das linhas de produção e atendimento de grande demanda reprimida”, analisa Boscolo.

CAMINHÕES – Os caminhões tiveram aumento de 13,06% nas vendas do ano passado em comparação com 2021, com a comercialização de 4.937 unidades.

Em dezembro, foram vendidos 448 caminhões, uma elevação de 10,34% em relação ao emplacado no mesmo mês do ano anterior. Segundo o presidente Fenabrave/MT, o mês de dezembro ganhou destaque ao crescer 18,63% sobre novembro.

“Apesar das paralisações da Copa do Mundo, com boa recuperação após as primeiras reações aos resultados das eleições, tudo caminhou para este fechamento de 4,11%. O dado se aproxima dos 5% previstos a partir do segundo semestre”, observou.

O QUE ESPERAR DE 2023? – Na avaliação de Paulo Boscolo, para 2023, o mercado em Mato Grosso dependerá das políticas do novo Governo, com relação à confiança e capacidade financeira de pessoas físicas e jurídicas, seguirem com suas decisões sobre renovações de frota para uso pessoal ou profissional.

“A indústria sinaliza condições praticamente normalizadas para voltar a crescer. A Fenabrave nacional publicou um primeiro número a ser perseguido, de 3% de crescimento. Mato Grosso, como sempre, tem sido destaque nacional por conta da força do agronegócio. Pode ter certeza que o segmento vai trabalhar duro para ultrapassar essa expectativa e acompanhar os acontecimentos”, completou.

- Publicidade -

Compartilhe

Popular

Veja também
Relacionados

Jogos hoje (26/05/24) ao vivo de futebol: onde assistir e horário

Confira onde assistir ao vivo aos jogos de futebol...

MPF investiga irregularidade na exploração de diamantes em MT por empresa de ucranianos

O procurador da República Guilherme Fernandes Ferreira Tavares instaurou...

Desastres afetam 6,1 milhões de pessoas em 10 anos no Estado

Mais de 6,1 milhões de mato-grossense já foram afetados...
Feito com muito 💜 por go7.com.br