sábado, 13 abril 2024
- Publicidade -
Dengue
25.7 C
Nova Olímpia
- Publicidade -
abaixo de ultimas notícias

Indústria de MT registra o melhor desempenho na geração de empregos em três anos

A indústria de Mato Grosso registrou em 2023 o melhor desempenho na geração de empregos dos últimos três anos. Dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED) analisados pelo Observatório da Indústria da Federação das Indústrias de Mato Grosso (Fiemt) mostram que o setor industrial teve o segundo maior saldo de empregos entre os setores da economia no ano de 2023.

Foram gerados 7.839 mil empregos no ano passado, que é a diferença do total de admissões e desligamentos, o que representa 19% de participação do total 40,7 mil empregos mantidos. De acordo com o relatório, a liderança é mantida pelo setor de serviços com 17.286 mil postos de trabalho. A terceira posição do ranking foi ocupado pelo setor de comércio com 7.077 mil empregos, seguido pelos setores da agropecuária (6,1 mil) e construção (2,3 mil).

Os cinco municípios de Mato Grosso que tiveram maior participação no saldo de empregos gerados no estado em 2023 são Cuiabá com 18% (7.5 mil no total), Rondonópolis com 10% (3.9 mil), Várzea Grande com 7% (2.7 mil), Sinop com 6% (2.5 mil) e Sorriso com 5% (2 mil).

“Esses números demonstram a resiliência e importância da indústria para a economia de Mato Grosso. A indústria se destaca como um setor que tem conseguido manter e gerar empregos, contribuindo para o desenvolvimento econômico da região”, pontua o presidente do Sistema Fiemt, Silvio Rangel.

Segundo ele, o cenário é possível por que o setor industrial passa por momentos de modernização, investimentos e abertura de novos negócios, o que pode ter implicado em uma maior demanda por trabalhadores de todas as áreas.

Contratação de estrangeiros

Para conseguir resolver o desafio da falta de mão de obra, algumas estratégias têm sido adotadas pela indústria, entra elas, a contratação de estrangeiros. Conforme dados do Caged, no encerramento de 2023, dentre todas as 2.682 contratações formais de estrangeiros em Mato Grosso, a indústria foi a que mais contratou a força de trabalho: 56% (1.627 pessoas). O levantamento ainda mostra que 21% (600 pessoas) das pessoas estrangeiras estão no setor de serviços, 15% (432 pessoas) em comércio, 4% (108 pessoas) na construção e 3% (95 pessoas) na agropecuária.

O número total de estrangeiros contratados também é o maior registrado nos últimos três anos em Mato Grosso. Dentro da indústria, as atividades econômicas que concentram o maior número de contratações de estrangeiros são a de fabricação de produtos alimentícios, especialmente a de abate e fabricação de produtos de carne, que concentra mais de 88% do total registrado na indústria, com mais de 1.439 contratações líquidas acumuladas no período.

- Publicidade -

Compartilhe

Popular

Veja também
Relacionados

Feito com muito 💜 por go7.com.br