quinta-feira, 22 fevereiro 2024
- Publicidade -
Banner Topo
28.6 C
Nova Olímpia
- Publicidade -
abaixo de ultimas notícias

Idosos sofrem com mudanças bruscas de temperatura e cuidados devem ser redobrados

 

Acostumados com altas temperaturas, os cuiabanos têm sido obrigados à enfrentar uma cidade bipolar em relação ao tempo. Logo pela manhã, cedinho, está mais frio. Na hora do almoço, é calor intenso, sem nuvem no céu. Ao entardecer, o vento gelado volta. Essa mudança brusca na temperatura afeta a saúde, especialmente dos idosos.

Segundo a previsão do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (CPTEC/Inpe), uma frente fria rápida chegará em Cuiabá neste final de semana. O alerta de mudança brusca de temperatura já consta no site do Climatempo, a partir de sexta (19.08).

De acordo com a médica geriatra, Lívia Caporossi, a variação da amplitude térmica traz impactos para o sistema imunológico, deixando brechas para doenças. “E são capazes de causar resfriados, gripes e até doenças mais graves, como pneumonia, pois diminuem as defesas naturais que temos contra essas doenças respiratórias”, alerta a médica.

Atendendo a diversos idosos no serviço Cuidar+ do Hospital Santa Rosa, a geriatra orienta que pacientes com histórico clínico de asma e rinite devem reforçar ainda mais os cuidados. “O ideal é ampliar a frequência de lavagem nasal, evitar o gotejamento pós-nasal, que é aquele catarro descendo pela parte posterior do nariz e atingindo a garganta. Porque isso pode acarretar em sinusite. E se surgir bronquite ou outras doenças respiratórias tem que procurar tratamento médico adequado”.

Lívia Caporossi traz dicas para ajudar a enfrentar essa época do ano. “Pela manhã, quando está mais frio, evitar se expor ao vento e à neblina. Se agasalhar bem. Pode tomar bastante cházinho morno. Já quando está mais calor, reforçar a hidratação, usar hidratante na pele, evitar banhos quentes demais, porque resseca mais a pele, se proteger com sombrinhas”.

Algumas orientações, segundo a médica, são rotineiras e servem para ajudar a fortalecer o sistema imunológico do idoso, independente das mudanças no tempo:

  • Alimentar-se bem, com muitas frutas e verduras.
  • Aumentar a hidratação. Alguns idosos, não gostam muito de beber água e a dica que ela dá é saborizar a bebida, colocando uma rodela de limão ou laranja.
  • Evitar chás diuréticos, refrigerantes. Pode-se ampliar o consumo de frutas como melancia, melão, laranja, tangerina, que possuem mais água na composição.
  • Deixar sempre uma janela aberta para ventilar o ambiente.
  • Quando o tempo estiver muito seco: usar aparelho de umidificador, por toalhas molhadas, bacias com água. Sobre as toalhas, o ideal é deixa-las estendias e abertas no chão ou em um varal. Não é recomendado que elas fiquem emboladas, para evitar fungos.
  • Agasalhar-se ao sentir frio ou usar roupa mais leve em caso de calor.
  • Praticar atividade física. Mas, se optar por algo ao ar livre, evitar se expor ao sol intenso (entre 10h e 16h).
  • Dormir bem.
- Publicidade -
big master

Compartilhe

Popular

Veja também
Relacionados

Desmatamento na Amazônia cai 60% em janeiro de 2024

O desmatamento na floresta amazônica caiu 60% em janeiro deste ano, chegando ao...

Bandido que agrediu vítima ao roubar bicicleta é preso pela PJC de Tangará

A Polícia Judiciária Civil por meio da Delegacia Especializada...

Concursos públicos municipais pagam até R$ 18 mil em MT

Concursos públicos e seletivos com inscrições abertas em Mato...
Feito com muito 💜 por go7.com.br