terça-feira, 23 abril 2024
- Publicidade -
29.1 C
Nova Olímpia
- Publicidade -
abaixo de ultimas notícias

Governo de Mato Grosso diz que não vai aumentar impostos

Governador Mauro Mendes afirmou que tentar articular mudança na reforma tributária em nova rodada na Câmara Federal

O governador Mauro Mendes disse que não irá mandar no fim de ano para a Assembleia Legislativa a proposta de aumentar a cobrança do ICMS. Ele aguardará a revisão do texto da reforma tributária na Câmara Federal e tentará mudar a regra de compensação dos estados.

“Nós vamos permanecer na alíquota de 17%, não vamos entrar nessa guerra fiscal ao contrário, ou seja, elevar os impostos para tentar preservar uma regra, que, a meu ver, é muito equivocada. Não é possível que a primeira consequência prática da reforma tributária seja o aumento de impostos”, disse.

O governador Mauro Mendes postou hoje (6) em redes sociais um vídeo com a informação de que o estado decidiu permanecer com a alíquota padrão do ICMS. O anúncio é uma repercussão da declaração do governador em exercício Otaviano Pivetta de que o estado deveria avançar com o plano de reajuste.

Mauro Mendes diz que tentará mudar a regra de compensação dos estados, já votada pela Câmara e reforçada pelo Senado. A PEC (Proposta de Emenda à Constituição) diz os estados vão receber ajuda financeira do governo federal com base na arrecadação de cada um entre 2024 e 2028.

Essa regra prejudicaria Mato Grosso e faria a receita cair. O estado defende que os anos bases de arrecadação sejam 2021 e 2022. Nesse período, Mato Grosso teve superávit acima de R$ 4 bilhões em cada ano.

- Publicidade -

Compartilhe

Popular

Veja também
Relacionados

MT entrega 30 mil uniformes escolares confeccionados por reeducandos

 O Governo de Mato Grosso vai entregar, nesta quarta-feira...

Decreto de Lula é visto como ameaça real e acirra ânimos entre governo e o Agro

O decreto 11.995/2024, que institui o Programa Terra da Gente...
Feito com muito 💜 por go7.com.br