domingo, 14 julho 2024
- Publicidade -
Dengue
17.9 C
Nova Olímpia
- Publicidade -
abaixo de ultimas notícias

Exportações mato-grossenses do agro registram alta anual de 38%

 

As exportações mato-grossenses de produtos do agronegócio somam US$ 22,71 bilhões em 2022, considerando o acumulado de janeiro a agosto. As cifras representam alta anual de 37,9%, já que em igual intervalo do ano passado as vendas haviam contabilizado US$ 16,46 bilhões.

Em relação o faturamento do País, em US$ 1,08 trilhão, a receita mato-grossense equivale a 20,98% do total. Segundo dados do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), dos mais de US$ 22,7 bilhões faturados neste ano, por Mato Grosso, 71,26% vieram dos embarques do complexo soja (grão, farelo e óleo).

Da pauta estadual, o segundo produto mais exportado foi o milho, representando 12,77% do faturamento global. As carnes representam 8,69% desse total. No acumulado de 2022, se destacam ainda, além de Mato Grosso, São Paulo com vendas em US$ 16,71 bilhões, e o Paraná, com US$ 11,66 bilhões.

Em relação à receita, agosto foi o terceiro melhor momento do ano em 2022 para Mato Grosso. Considerando somente os embarques realizados no mês passado, US$ 2,41 bilhões, há ganho anual de 42,60%, já que em igual momento do ano passado a receita registrava US$ 1,69 bilhão.

Já em relação a julho, US$ 1,89 bilhão, o avanço mensal foi de 27,51%.

NO PAÍS – Com preços e volumes em expansão, as vendas externas do agronegócio registram recorde de valor para os meses de agosto, com US$ 14,81 bilhões, alta de 36,4% em relação ao mesmo mês de 2021.

As vendas externas do agronegócio tiveram participação de 48,1% nas exportações totais brasileiras. As importações de produtos agropecuários registraram o maior valor da série histórica iniciada em 1997, com US$ 1,68 bilhão em aquisições.

O valor foi 34,5% superior em comparação com os US$ 1,25 bilhão importados em agosto/2021. De acordo com a Secretaria de Comércio e Relações Internacionais (SCRI) do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), os destaques em termos de valores e quantidades recordes para todos os meses, inclusive agosto, ficaram com o milho e carne bovina in natura.

Já em termos de valores para os meses de agosto, os destaques foram para a soja em grãos, farelo de soja, carne de frango in natura e celulose.

A China continua sendo a principal parceira comercial do agronegócio brasileiro, com aquisições de US$ 4,54 bilhões, incremento de 19,5% na comparação com os US$ 3,80 bilhões adquiridos em agosto do ano passado.

Os quatro principais produtos exportados para a China foram a soja em grãos, carne bovina in natura, açúcar de cana em bruto e celulose.

De acordo com a SCRI, quatro países asiáticos tiveram aumento de participação acima de um ponto percentual: Irã (de 2,5% de participação para 5,7%), Japão (de 2% de participação para 3,4%), Indonésia (de 1% de participação para 2,4%) e Índia (de 0,6% de participação para 2,0%).

- Publicidade -

Compartilhe

Popular

Veja também
Relacionados

Jogos hoje (14/07/24) ao vivo de futebol: onde assistir e horário

Confira onde assistir ao vivo aos jogos de futebol...

Sonha em abrir o próprio negócio? Circuito abre 620 vagas para empreendedores de MT

Nove municípios de Mato Grosso abriram vagas extras para...

Golpe do Pix errado: saiba como se proteger e não ser enganado

O Pix já movimentou em um único dia, mais...

AG Ceres: Mercado do boi gordo com cenário otimista, mas produtor deve pensar em 2025

Preços firmes, estabilidade com projeção de alta no mercado...
Feito com muito 💜 por go7.com.br