domingo, 14 julho 2024
- Publicidade -
Dengue
17.9 C
Nova Olímpia
- Publicidade -
abaixo de ultimas notícias

Confiança em emprego estável faz mato-grossense consumir mais após meses de ‘economia’

A pesquisa de Intenção de Consumo das Famílias (ICF) em Cuiabá apresentou em junho a primeira alta no ano. O avanço de 0,2% apurado sobre o mês anterior colocou o índice em 106,2 pontos, mantendo-se pelo décimo mês seguido acima do marco de satisfação das famílias. O índice atual também está 19,86% maior que o verificado no mesmo período do ano passado, quando somava 88,6 pontos e figurava em zona de insatisfação na pesquisa realizada pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC).

O presidente da Fecomércio-MT, José Wenceslau de Souza Júnior, destaca o primeiro crescimento do índice no ano, projetando uma expectativa positiva para o segundo semestre. “Após 4 meses consecutivos em queda, a pesquisa volta a registrar crescimento na capital, o que pode gerar melhores expectativas para o cenário econômico do próximo semestre, uma vez que as principais datas comemorativas para o comércio acontecem nesse período do ano”.

Entre os subíndices que impactaram o resultado da pesquisa neste mês, destacam-se o Nível de Consumo Atual (2,7%), seguido da Perspectiva Profissional (1,4%), e da Perspectiva de Consumo e Compra a Prazo, com crescimento de 0,9% e 0,8%, respectivamente. O componente Renda Atual apresentou leve expansão de 0,2%, enquanto os subíndices em queda foram o de Momento para Duráveis (-2,5%) e o Emprego Atual (-1,5%).

Segundo análise do Instituto de Pesquisa e Análise da Fecomércio Mato Grosso (IPF-MT), o crescimento da Renda Atual, que vinha de recuo nos 5 primeiros meses do ano, combinado com a elevação no componente que monitora o Acesso ao Crédito, contribuiu para o avanço do nível de consumo atual das famílias na capital.

O que ajuda a explicar tal condição tem a ver com a situação atual do emprego, onde, na pesquisa 50,9% dos entrevistados afirmaram que estão mais seguros atualmente do que no mesmo período do ano passado e 53,9% disseram que a perspectiva profissional para os próximos 6 meses é positiva. Na relação anual, 51,4% avaliaram que a renda familiar atual está melhor e 40,3% afirmaram que o acesso a crédito está mais difícil.

Crescimento com cautela

O índice nacional também registrou leve crescimento de 0,5% em relação ao mês de maio, atingindo 102,2 pontos. Na comparação anual, a pesquisa está 5,1% acima do registrado em junho de 2023. Dentre os componentes, o de Renda Atual variou positivamente em 0,7% e os demais apresentaram recuo, com destaque para a Perspectiva Profissional (-1,8%) e a Compra a Prazo (-1,6%).

- Publicidade -

Compartilhe

Popular

Veja também
Relacionados

Jogos hoje (14/07/24) ao vivo de futebol: onde assistir e horário

Confira onde assistir ao vivo aos jogos de futebol...

Sonha em abrir o próprio negócio? Circuito abre 620 vagas para empreendedores de MT

Nove municípios de Mato Grosso abriram vagas extras para...

Golpe do Pix errado: saiba como se proteger e não ser enganado

O Pix já movimentou em um único dia, mais...

AG Ceres: Mercado do boi gordo com cenário otimista, mas produtor deve pensar em 2025

Preços firmes, estabilidade com projeção de alta no mercado...
Feito com muito 💜 por go7.com.br