segunda-feira, 24 junho 2024
- Publicidade -
26.3 C
Nova Olímpia
- Publicidade -
abaixo de ultimas notícias

Dia de São Valentim: Dica de leituras e curiosidades sobre a data

Comemorada ao redor do mundo no dia 14 de fevereiro, o dia celebra o amor em menção ao santo católico que realizava casamentos às escondidas

Mundialmente, o dia 14 de fevereiro marca o dia dos namorados. Celebrado em homenagem ao São Valentim, os casais relembram a história do sacerdote preso por realizar casamentos escondidos.

Muitos dos casamentos realizados pelo Sacerdote Valentim iriam contra as normas da igreja católica romana. Algumas lendas relatam que além de realizar a cerimônia de quem não teria o valor do dote, ele também selava uniões entre pessoas do mesmo gênero.

Curiosidades 

Isabelle de Bourbon, filha mais velha do Rei francês Henri IV, le Grand, gostava tanto do Dia de São Valentim que decidiu atribuir o nome “Valentim” a um dos seus palácios.  A princesa casou-se com o Rei Filipe IV de Espanha, em 1615.

A cidade de Verona, Itália, recebe milhares de cartas, dirigidas a Julieta Capuleto — da obra de Shakespeare —  no Dia dos Namorados. Pessoas de todo o mundo escrevem cartas pedindo orientação e apoio à própria personagem. Os manuscritos são recebidos por uma equipe de voluntários, o Juliet Club, que faz questão de responder a todos os textos enviados, sempre em nome da heroína mais famosa da literatura.

Dia dos namorados no Brasil
A história do dia dos namorados no Brasil apresenta um enredo publicitário. A data foi criada com uma função comercial, para aquecer o mercado no mês de junho, considerado fraco em vendas.

O idealizador desse dia foi o empresário João Dória — pai do ex-governador de São Paulo — que em 1949 formulou uma campanha publicitária que sugeria o dia 12 de junho como uma data para demonstrar o amor ao parceiro através de presentes. O slogan de sua campanha era: “Não é só com beijos que se prova o amor”. A justificativa da escolha da data se deu ao fato de ser véspera do dia de Santo Antônio, considerado o “santo casamenteiro”, para igreja católica brasileira.

Além de algumas curiosidades, o site da TV Cultura fez uma curadoria com algumas dicas de leitura tanto mundial como de literatura brasileira.

Veja quatro livros do romance em língua estrangeira

Orgulho e Preconceito – Jane Austen

Romance da escritora britânica Jane Austen. Publicado em 1813, a história já tinha sido finalizada em 1797. O livro acompanha a história de cinco irmãs de uma família inglesa de aristocratas rurais lidando com questões de casamento, moralidade e preconceito.

Mrs. Dalloway é um romance histórico de Virginia Woolf publicado em 14 de maio de 1925. A história narra um dia na vida de Clarissa Dalloway, uma socialite ficcional que vive na Inglaterra pós-Primeira Guerra Mundial. É um dos romances mais famosos de Woolf. Criado a partir de dois contos, a protagonista contesta o estilo de vida da época.

O amor de Penelope – Georgette Heyer
O Amor de Penélope é um dos marcantes romances históricos de Georgette Heyer. Conhecida pelas protagonistas à frente de seu tempo, a autora conta a história de Penélope, uma jovem rica e órfã que foge do fatídico destino que a aguarda. Ela sofre pressão de sua família para casar com um primo.

Luzes do Sul – Nina George
O livro tem um narrador especial: o amor. Na história de Marie-Jeanne e Francis Meurienne, pai e filha aprendem um com o outro a paixão pelos livros. Francis decide abrir uma biblioteca itinerante, experiência que transforma a pequena cidade de Nyons

Veja quatro clássicos do romance brasileiro

Úrsula é um dos primeiros romances de autoria feminina escritos no Brasil, publicado em 1859, por Maria Firmina dos Reis. Tancredo e Úrsula são jovens, puros e altruístas. Com a vida marcada por perdas e decepções familiares, eles se apaixonam tão logo o destino os aproxima, mas se deparam com um empecilho para concretizar seu amor.

Helena – Machado de Assis

Pertence a primeira fase do Machado de Assis, identificada como romancista. Após a morte de seu pai não biológico, a protagonista fica destinada a viver numa nova casa com uma nova família, e lidar com segredos. O mote é o segredo de Helena, que após ser descoberto revela um desfecho inesperado pelos leitores.

De amor tenho Vivido – Hilda Hilst

Nesta breve coletânea, ilustrada pela artista Ana Prata, o leitor vai conhecer as muitas faces da poeta que se dedicou ao amor com total devoção. Escrito por uma das maiores poetisas do Brasil.

Iracema – José de Alencar

Publicada em 1865, é uma obra do escritor romântico cearense e trata-se de um romance indianista, com presença de elementos indígenas.

- Publicidade -

Compartilhe

Popular

Veja também
Relacionados

NOVA OLÍMPIA: CARNÊS DO IPTU 2024 ESTÃO SENDO ENTREGUES AOS CONTRIBUITES

 A prefeitura de Municipal de Nova Olímpia, através do...

Jogos hoje (24/06/24) ao vivo de futebol: onde assistir e horário

Confira onde assistir ao vivo aos jogos de futebol...

População de rua em Mato Grosso aumenta 82% em 6 anos

Em seis anos, o número de pessoas vivendo em...
Feito com muito 💜 por go7.com.br