terça-feira, 23 abril 2024
- Publicidade -
Dengue
29.1 C
Nova Olímpia
- Publicidade -
abaixo de ultimas notícias

Janeiro Verde – prevenção e esperança no combate ao câncer de colo de útero

Janeiro Verde é uma campanha mundial que tem como objetivo conscientizar a sociedade sobre a importância da prevenção e do diagnóstico precoce do câncer de colo de útero.

O câncer de colo de útero é o quarto tipo de câncer mais comum entre as mulheres em todo o mundo, representando cerca de 6,6% de todos os novos casos de câncer em 2020. Estima-se que aproximadamente 570 mil novos casos foram divulgados no último ano, resultando em mais de 310 mil mortes. Esses números demonstram a urgência em combater essa doença e
promover a conscientização.

No Brasil, o câncer de colo de útero é o terceiro tipo de câncer mais frequente entre as mulheres, atrás apenas do câncer de mama e colorretal. Segundo o Instituto Nacional do Câncer (INCA), são esperados 16.590 novos casos dessa doença em 2022.

Além disso, estima-se que 6.526 mulheres brasileiras tenham falecido em decorrência dessa patologia em 2020. Esses dados revelam a importância de intensificar as ações de prevenção Em Mato Grosso, a situação não é diferente. O câncer de colo do útero é uma realidade preocupante, e a prevenção se torna ainda mais fundamental. Dados disponibilizados pela Secretaria de Estado de Saúde de Mato Grosso mostram que, em 2021, foram registrados 393 casos novos e 185 óbitos relacionados a essa doença. Esses números mostram que é necessário unir esforços para combater o câncer de colo do útero no estado.

A prevenção é a melhor forma de evitar a progressão do câncer de colo do útero. Nesse sentido, a vacinação contra o HPV é uma medida essencial. A imunização deve ser realizada nas idades recomendadas, geralmente entre 9 e 14 anos de idade, antes do início da vida sexual. Uma vacina protege contra os principais subtipos de HPV que estão associados ao desenvolvimento deste tumor.

Ademais, o exame cito patológico, também conhecido como Papanicolau, é uma importante ferramenta de prevenção. Ele consiste na coleta e análise de células do colo do útero, permitindo a detecção precoce de alterações que possam indicar a presença de câncer ou de lesões pré-cancerosas. A realização periódica desse exame é essencial, pois quando detectado
em estágios iniciais, o câncer de colo de útero possui maior chance de cura.

É importante ressaltar que o câncer de colo do útero, assim como outros tipos de cânceres, pode ser prevenido e tratado com sucesso quando detectado precocemente. A prevenção primária, por meio da vacinação e dos exames periódicos, é a chave para evitar tratamentos radicais e garantir uma qualidade de vida plena. Portanto, vamos unir esforços e divulgar
informações sobre a importância da prevenção, trazendo esperança e alegria para todas as mulheres. Juntos somos mais fortes.

Rafael Sodré é diretor técnico e cirurgião oncológico do Hospital de Câncer de MT

- Publicidade -

Compartilhe

Popular

Veja também
Relacionados

MT entrega 30 mil uniformes escolares confeccionados por reeducandos

 O Governo de Mato Grosso vai entregar, nesta quarta-feira...

Decreto de Lula é visto como ameaça real e acirra ânimos entre governo e o Agro

O decreto 11.995/2024, que institui o Programa Terra da Gente...
Feito com muito 💜 por go7.com.br