terça-feira, 16 abril 2024
- Publicidade -
Dengue
27.5 C
Nova Olímpia
- Publicidade -
abaixo de ultimas notícias

Operação Fim de Ano: PM tem planejamento especial e efetivo reforçado em Tangará e região

A Polícia Militar de Mato Grosso deflagrou, na manhã desta terça-feira (05.12), a edição de 2023 da Operação Fim de Ano. O objetivo é reforçar o policiamento em comércios, rodovias, bairros e áreas de grande circulação de público, visando a manutenção da ordem pública e da segurança da população durante o período festivo de fim de ano.

Lançada simultaneamente em todos os 15 Comandos Regionais do Estado, a operação contará com reforço de mais de 1,5 mil policiais e ocorre de forma integrada nos 142 municípios de Mato Grosso, até o dia 2 de janeiro.

Em Tangará da Serra, a PM demonstrou mobilização ao reunir parte do efetivo e das viaturas em frente ao Terminal Rodoviário, sinalizando o início da operação.

Planejamento

De acordo com o Tenente Coronel PM Eduardo Henrique, a corporação está mobilizada em Tangará da Serra, com estratégias especiais e um planejamento com 120 policiais envolvidos na operação, assim como um trabalho permanente do serviço de inteligência e de monitoramento.

Ten. Cel. PM Eduardo Henrique: “Teremos uma presença muito forte na área central e policiamento nos bairros, com presença ostensiva da PM”.

A atuação da PM na operação prevê todas as situações, desde os casos mais simples aos casos mais complexos, nos crimes contra a pessoa e ao patrimônio, como assaltos e sequestros. “Teremos uma presença muito forte na área central e policiamento nos bairros, com presença ostensiva da PM”, disse, em entrevista à Imprensa, na manhã desta terça-feira (05).

Nesse contexto, segundo o Coronel, haverá atenção redobrada ao comércio e aos fluxos de público e de valores, bem como à movimentação de pessoas que vêm e saem da cidade nesse período. “Tangará da Serra é uma cidade polo, com grande movimentação e que atrai público externo, então, queremos transmitir aos munícipes que estamos preparados”, observou o policial.

Operação inclui estratégias especiais e planejamento com 120 policiais envolvidos na operação, assim como um trabalho permanente do serviço de inteligência e de monitoramento.

Atenção às ações das facções criminosas, que, segundo o Coronel da PM, estão inseridas em todos os municípios, não só de Mato Grosso, mas em todo o Brasil. “Nós, aqui em Tangará da Serra, com o 7º Comando Regional, através do 19º Batalhão PM e da 22ª Cia de Força Tática, temos feito um trabalho conjunto, de repressão ao crime organizado”, ressaltou.

Em todo o Estado

Além do efetivo policial dos batalhões de área, equipes do Batalhão de Operações Especiais (Bope), Rondas Ostensivas Tático Móvel (Rotam), Trânsito Urbano e Rodoviário (BPMTran), Policiamento Montado (Cavalaria) e Proteção Ambiental (BPMPA), reforçam os efetivos de rua, bem como as companhias de Força Tática, Rondas e Ações Intensivas e Ostensivas (Raio).

Também ficam à disposição os alunos dos cursos de Formação de Soldados e Oficiais (CFSD/CFO), como forma de atuação em estágio supervisionado.
- Publicidade -

Compartilhe

Popular

Veja também
Relacionados

Feito com muito 💜 por go7.com.br