quinta-feira, 22 fevereiro 2024
- Publicidade -
Banner Topo
26.9 C
Nova Olímpia
- Publicidade -
abaixo de ultimas notícias

Número de acidentes e de infrações disparam em MT

 

O trânsito em Mato Grosso se tornou mais violento nos últimos anos. É o que aponta o Anuário Estatístico de Trânsito de 2022, que destaca um aumento de 47% no número de acidentes entre 2020 e 2021. Vitimando mais pessoas na faixa dos 35 aos 64 anos, o número de acidente vem acompanhado de um crescente número de infrações no trânsito durante o mesmo período, cerca de 14% maior. O excesso de velocidade foi a infração mais cometida entre os motoristas.

Em 2020, Mato Grosso totalizou um número de 6.578 acidentes de trânsito. Desses, 629 foram fatais, enquanto 5.949 não tiveram vítimas fatais. Um ano depois, em 2021, o número de acidentes saltou para 9.689, dos quais 574 tiveram vítimas fatais e 9.115 não fatais. Apesar da queda de 8,7% no número de acidentes fatais, o número de feridos no trânsito disparou mais de 53%.

PERFIL DAS VÍTIMAS

Os homens são maioria entre as vítimas do trânsito. O levantamento aponta que, nos dois últimos anos, a taxa de homens envolvidos em acidentes é de 66%. Dentre eles, 9,6% morreram em algum acidente no trânsito em 2020, e 90,4% ficaram feridos de alguma forma. Em 2021, houve uma redução na taxa de homens mortos, para 8,8%, enquanto o número de feridos subiu para 91,2%.

As mulheres representam, nos dois anos, 33% das vítimas de acidentes. Das mulheres acidentadas, 5,7% morreram em 2020, e esse número aumentou para 6,8% em 2021. Já a taxa de feridas no trânsito foi de 94,3% em 2020, número que caiu para 93,1% em 2021.
A faixa etária que mais registrou acidentes, tanto em 2020 como em 2021, foi a de pessoas com idade entre 35 e 64 anos. Do total de acidentados, essa faixa etária englobou 36,1% em 2020 e 37,7% em 2021.

NÚMEROS NO ESTADO

No quesito ranking de municípios com mais registros de acidentes, Cuiabá está na liderança. Em 2021, o município mais populoso de Mato Grosso registrou 2.182 pessoas feridas no trânsito e 76 mortes. Rondonópolis vem em segundo lugar no ranking. Por lá, o número de feridos em acidentes foi de 1.452, enquanto o número de mortos chegou a 70.

Várzea Grande vem em terceiro, com 811 feridos em acidentes no trânsito e 48 mortes. Em quarto lugar vem Barra do Garças, com 698 feridos e uma morte.

INFRAÇÕES

Excesso de velocidade foi a infração mais cometida pelos mato-grossenses. Em 2020, foram 360.384 infrações de classificação “média” de velocidade, que é quando o condutor trafega 20% acima da velocidade máxima para a via. Também foram registradas 75.499 infrações graves de velocidade, quando o carro atinge até 50% a mais do limite permitido.

Já em 2021, além de condutores dirigindo rápido demais, Mato Grosso também registrou um alto número de motoristas e passageiros que foram flagrados sem cinto de segurança. O número de infrações ‘médias’ por excesso de velocidade caiu para 274.767, enquanto a infração referente a falta de cinto de segurança chegou a marcar 63.322 ocorrências.

ÁLCOOL E DIREÇÃO
Uma das mais conhecidas infrações de trânsito também registrou um salto de mais de 200% no número de ocorrências nos últimos dois anos. Em 2020, foram 1.188 ocorrências de pessoas bêbadas atrás do volante. O número quase quadruplicou em 2021, saltando para 4.035, um aumento de 239,6%.

- Publicidade -
big master

Compartilhe

Popular

Veja também
Relacionados

Feito com muito 💜 por go7.com.br