quarta-feira, 12 junho 2024
- Publicidade -
Dengue
20.9 C
Nova Olímpia
- Publicidade -
abaixo de ultimas notícias

IFMT abre inscrições para curso gratuito em Cuiabá de instalador de energia solar

 

A formação atende ao setor de energia solar que gerou mais de 420 mil novos empregos no Brasil e está em constante crescimento. Em Mato Grosso, somente 1,2% das residências contam com energia solar e Cuiabá segue por mais de 14 meses consecutivos no ranking como a cidade brasileira que mais produziu energia solar de geração distribuída.

 

O Instituto Federal de Mato Grosso (IFMT) lançou um novo edital para o curso de Eletricista de Sistemas de Energias Renováveis. Quem faz o curso sai com o certificado de instalador de sistemas fotovoltaico, a popular energia solar.

As inscrições são gratuitas e podem ser feitas entre os dias 27 a 29 de julho.

Serão ofertadas 63 vagas. As aulas são presenciais e ocorrerão de segunda a sexta-feira, no período noturno, e aos sábados durante o dia. O curso terá duração de três meses e meio, com um total de carga horária de 200 horas.

Além disso, o aluno recebe os materiais escolares e uma bolsa, que totaliza ao final do período R$ 400.

Quem pode se inscrever?

O curso é voltado para jovens com mais de 18 anos que já concluíram o Ensino Fundamental. Ao final, o aluno receberá certificado de Eletricista de Sistemas de Energias Renováveis. Na maioria dos casos, quem completa o curso já sai com emprego garantido.

 

Emprego garantido?

Diretor do campus Cuiabá do IFMT, Alceu Aparecido diz que  “o curso traz oportunidade  para quem deseja trabalhar em empresa de instalação de placas fotovoltaicas, ou então montar um pequeno negócio”.

O IFMT tem uma parceria com o Sindicato das Empresas Produtoras e Distribuidoras de Energia de Mato Grosso (Sindenergia), que representa cerca de 130 empresas do Estado. Para colaborar na formação de novos profissionais, o sindicato doou R$ 180 mil em equipamentos para realização das aulas práticas, no início deste ano.

Conforme o presidente do Sindenergia, Tiago Vianna, a profissão está em crescimento devido a demanda de clientes que buscam economia na conta de energia elétrica.

“Na região metropolitana de Cuiabá e Várzea Grande, o mercado energia fotovoltaico está em alta e essa demanda requer profissionais especializados e habilitados. A maioria dos que fazem esse curso já saem com um emprego”, diz o presidente do Sindenergia.

 

- Publicidade -

Compartilhe

Popular

Veja também
Relacionados

Feito com muito 💜 por go7.com.br