terça-feira, 27 fevereiro 2024
- Publicidade -
Banner Topo
22.1 C
Nova Olímpia
- Publicidade -
abaixo de ultimas notícias

Homem ameaça divulgar fotos íntimas de adolescente para poder estuprá-la

 

Um homem de 23 anos foi preso, em Alto Araguaia (420 km de Cuiabá), acusado de estuprar uma adolescente de 13 anos, após ameaçar divulgar fotos íntimas dela.

A prisão foi cumprida na semana passada, após investigações que levaram a Polícia Civil a reunir informações comprovando o crime cometido, mas só foi divulgada nesta quarta-feira (14).

Conforme o boletim de ocorrência, a adolescente afirmou que, diante da ameaça de divulgação de uma foto de cunho sexual editada com o seu rosto, o suspeito a teria obrigado a encontrá-lo, quando houve a violência sexual.

Após apuração preliminar, e com o resultado do laudo pericial que confirmou a prática de conjunção carnal, o delegado Marcos Paulo Oliveira representou pela prisão preventiva, busca e apreensão e quebra do sigilo dos dados do investigado.

A equipe da delegacia de Alto Araguaia apurou que a vítima e o suspeito mantinham contato via WhatsApp e houve troca de fotos íntimas entre os dois. Contudo, em determinado momento, o suspeito, usando as imagens, exigiu que a vítima fosse ao seu encontro e cometeu o estupro.

Segundo a vítima, o suspeito teria agido do mesmo modo com outras adolescentes de seu convívio. Algumas teriam se relacionado com ele de forma consensual, enquanto outras mediante ameaça de divulgação de fotos íntimas recebidas.

O investigado negou tanto o estupro quanto as ameaças, disse ter “apenas trocado alguns beijos” e que imaginou que a vítima tivesse mais de 15 anos.

Segundo o delegado Marcos Paulo, mesmo que o relacionamento fosse consentido, a vítima tem menos de 14 anos, o que não afasta a ocorrência do crime. “Trata-se de crime previsto no Artigo 217-A do Código Penal – estupro de vulnerável – onde a presunção de vulnerabilidade é absoluta, independentemente de relacionamento consentido ou experiência sexual prévia”, destacou.

O investigado está preso em unidade do Sistema Penitenciário local e as investigações continuam para identificar outras supostas vítimas.

O delegado ainda alertou pais e responsáveis para que fiquem atentos ao uso de celular por crianças e adolescentes, uma vez que muitos crimes desta natureza são cometidos após uma simples conversa via rede social ou troca de mensagens.

- Publicidade -
big master

Compartilhe

Popular

Veja também
Relacionados

Jesus denuncia a hipocrisia dos fariseus. «Eles falam e não praticam»

Terça-feira da 2ª semana da Quaresma Evangelho Mt 23,1-12 Depois, Jesus falou às...

Tangará – Casais são conduzidos ao Cisc após desentendimento trabalhista

A ocorrência aconteceu na manhã de sábado, dia 24,...
Feito com muito 💜 por go7.com.br