segunda-feira, 20 maio 2024
- Publicidade -
Dengue
17.3 C
Nova Olímpia
- Publicidade -
abaixo de ultimas notícias

Serra de Deciolândia: Consórcio será responsável pelas obras definitivas de contenção

Um consórcio de três empresas de construção e engenharia será o responsável pelas obras definitivas de contenção da Serra de Deciolândia, na MT-480, entre Tangará da Serra e Diamantino. A informação que vem de fontes do governo, em Cuiabá, indica que foi redigido o contrato pela Secretaria de Estado de Infraestrutura (Sinfra-MT) para assinatura com as empresas que compõem sociedade específica para realização dos trabalhos.

As empresas consorciadas são Guaxe Construção e Terraplenagem, Lotufo Engenharia e Construções, e Rivoli Construtora, cuja proposta conjunta venceu certame licitatório realizado pela Sinfra-MT neste semestre.

Fortes chuvas ocorridas esse ano provocaram erosões e deslizamentos nos taludes, comprometendo a segurança na serra.

O valor orçado para as obras é de R$ 56,3 milhões, conforme documento denominado “Informações Complementares Para as Obras de Recuperação de Encostas e Barramentos Aluídos na Rodovia MT-480 – Serra de Deciolândia”, emitido pela Sinfra-MT em 27 de junho último.

O prazo de execução dos serviços contratados, segundo consta no documento, é 360 dias consecutivos, contados a partir da emissão da ordem de serviço pela Secretaria Adjunta de Obras Rodoviárias (SAOR).

Obras

Segundo informações contidas em matéria publicada pelo Enfoque Business em maio desse ano (ver link a seguir), as obras compreenderão num sistema de cortinas atirantadas, que consistem em estruturas de concreto armado que, por sua vez, trabalham em conjunto com tirantes constituídos por cordoalhas ou monobarras. Haverá, também, implantação de gabiões nos córregos existentes no local.

Como medida paliativa, os taludes às margens do trecho na serra receberam, ao longo desse ano, trabalhos de reconformação para reforço das encostas, assegurando a continuidade do tráfego de veículos.

Os trabalhos envolvem, também, instalação de fibromanta projetada com ‘Acetamulch’, método que consiste na aplicação hidromecânica (hidrossemeadura) de uma massa pastosa composta por fertilizantes, sementes, camada protetora, adesivos e matéria orgânica viva para correção do solo e nutrição do material orgânico introduzido.

Este procedimento fixa no local um consórcio de plantas gramíneas e leguminosas de porte herbáceo e arbustivo de alta rusticidade para cobertura do solo e sua estabilização através de um sistema radicular profundo e robusto, resultando em compactação e consistência.

- Publicidade -

Compartilhe

Popular

Veja também
Relacionados

Feito com muito 💜 por go7.com.br