segunda-feira, 20 maio 2024
- Publicidade -
Dengue
17.3 C
Nova Olímpia
- Publicidade -
abaixo de ultimas notícias

Pontes, asfalto e novas rodovias: o que o governo Mauro Mendes já fez pela infraestrutura de MT&#63

Infraestrutura, Saúde e Educação são as maiores secretarias do Estado, levando em consideração a quantidade de recursos administrados, o número de servidores e também a quantidade de ações desenvolvidas. Hoje, no dia em que o governador reeleito Mauro Mendes toma posse na Assembleia Legislativa, a reportagem do LIVRE traz as respostas destes secretários às seguintes perguntas: quais foram as ações mais importantes da primeira gestão? E quais serão os maiores desafios para a próxima?

As respostas renderam uma série de 3 matérias que têm como objetivo te proporcinar elementos para avaliar as prioridades da gestão Mauro Mendes, bem como a qualidade na aplicação do dinheiro público.

Na primeira matéria, vamos abordar o tópico da infraestrutura.

O que foi feito de mais relevante?

Para a Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística (Sinfra), que é conduzida pelo secretário Marcelo de Oliveira e Silva, as obras mais robustas e impactantes do primeiro mandato foram a pavimentação da MT-326 e construção de ponte sobre o Rio das Mortes, em primeiro e segundo lugar respectivamente.

A construção da ponte sobre o Rio das Mortes e a pavimentação de 112,5 km da MT-326 resolvem um dos grandes problemas logísticos de Mato Grosso. As obras garantiram que o município de Cocalinho, um dos maiores produtores de calcário do Estado, tivesse um acesso pavimentado até Nova Nazaré.

Antes da ponte, os caminhões esperavam até dois dias para atravessar o rio em uma balsa.

Antes da construção da ponte, caminhões atravessavam de balsa, o que atrasava a viagem. Foto: ( Christiano Antonucci / Secom)

Em terceiro lugar no ranking de obras em destaque está a pavimentação da MT-100. A obra anunciada no início dos anos 1990, foi finalmente concluída. Ela é estruturante para a região Sul e o Araguaia, ligando de Alto Garças até Barra do Garças, passando por Araguainha, Ponte Branca, Ribeirãozinho e Torixoréu, que até então não tinham ligação asfáltica.

E os próximos desafios?

Executar o projeto do BRT entre Cuiabá e Várzea Grande é um dos objetivos para a próxima gestão. Foto: (Divulgação/Sinfra)

A Sinfra tem como objetivo o trabalho na MT-174. Com a estadualização da antiga BR-174, o governo terá o desafio de asfaltar 271,6 km da rodovia e construir 23 pontes. Vale lembrar que o governo já contratou empresas para revisar e elaborar projetos para esta obra, que vai garantir asfalto para Juruena, Cotriguaçu, Aripuanã e Colniza, na região Noroeste.

O outro desafio está no Complexo do Rio Juruena. Lá, o governo pretende executar a construção de uma ponte de 1.360 metros sobre o Rio Juruena, no noroeste mato-grossense, além da pavimentação de 59 quilômetros de rodovias, ligando Cotriguaçu e o distrito de Japuranã, em Nova Bandeirantes.

Licitada por R$ 252,8 milhões, a obra está em fase de assinatura de contrato.

E o terceiro grande desafio da pasta é a conclusão o BRT entre as cidades de Cuiabá e Várzea Grande. A obra, licitada por R$ 468 milhões, está na fase de elaboração de projetos, com previsão de início para março de 2023.

- Publicidade -

Compartilhe

Popular

Veja também
Relacionados

Feito com muito 💜 por go7.com.br