quarta-feira, 12 junho 2024
- Publicidade -
Dengue
20.9 C
Nova Olímpia
- Publicidade -
abaixo de ultimas notícias

Mato-grossenses vão gastar até 50% a mais que a média nacional na Black Friday

 

Consumidores em Mato Grosso devem gastar bem mais que a média nacional na Black Friday, no próximo dia 25. A média de gastos dos brasileiros está estimada em R$ 1,1 mil; em Mato Grosso, o valor é calculado em R$ 2,1 mil (+52%). 

A estimativa está em pesquisa divulgada nesta terça-feira (22) pela Câmara dos Dirigentes Lojistas (CDL) de Cuiabá. Pouco mais da metade dos consumidores (57,4%) diz que pretende comprar na data. Os produtos mais buscados são eletrodomésticos, roupas e calçados. 

O economista Eber Capistrano, responsável pela pesquisa, diz que a Black Friday, evento comercial importado dos Estados Unidos, já é uma data consolidada de boas vendas para os comerciantes. Não se confunde com Natal, o evento comercial de maior destaque no calendário brasileiro, mas está na ascendente. 

“A Black Friday é mais uma data voltada para a compra de eletrodoméstico, móveis, produtos de beleza; e o Natal é mais uma data de família. Quando se pergunta sobre o Natal, as palavras ‘celebração’ e ‘comemoração com família e amigos’ aparecem muito”, afirma. 

Ele explica que a estimativa de gasto maior em Mato Grosso pode estar atrelada ao momento econômico do Estado, que tem crescido acima da média nacional e o mercado de trabalho está mais aquecido do que no restante do país, conforme verificado nos últimos meses.

“Outra maneira de dizer é que os mato-grossenses estão com mais dinheiro no bolso”, diz. 

Porém, a situação financeira melhor não significa gasto aleatório. Ao contrário. Segundo o economista, os consumidores estão observando mais a cotação dos preços dos produtos desejados e comparando as ofertas em mais de três estabelecimentos diferentes. O comportamento seria um efeito gerado pela pandemia do novo coronavírus, quando a economia brasileira ficou parada por meses. 

As lojas físicas continuam sendo a primeira opção para a maioria dos mato-grossenses. Mais de 60% disseram que vão procurar lojas de rua no centro da cidade (51,80%) ou shopping center (10,30%) para comprar; as lojas online são preferidas por 24,70%. 

A pesquisa da CDL Cuiabá foi realizada entre 26 de outubro e 8 de novembro, com 600 pessoas com alguma renda estável, em todo o estado. O levantamento também identificou que a Black Friday atrai mais consumidores entre 18 e 26 e das classes B e C. 

- Publicidade -

Compartilhe

Popular

Veja também
Relacionados

Feito com muito 💜 por go7.com.br