quarta-feira, 17 abril 2024
- Publicidade -
23.2 C
Nova Olímpia
- Publicidade -
abaixo de ultimas notícias

Investimentos em Segurança Pública geram queda nos índices criminais em Mato Grosso

Dados recentes do Observatório de Segurança Pública, vinculado à Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT), revelam uma redução nos índices de criminalidade em Mato Grosso no ano de 2023, resultado direto dos investimentos expressivos do Governo do Estado na área, que totalizam R$ 1,5 bilhão nos últimos cinco anos.

No ano passado, nenhum incidente de roubo ou furto a instituições financeiras foi registrado, marcando uma drástica diminuição em relação aos 17 furtos e um roubo contabilizados em 2022.

O ápice dessa tendência ocorreu durante a Operação Canguçu, que desarticulou um suposto plano de roubo a instituição financeira em Confresa, executado no formato “tomada de cidade”. A ação, que durou 38 dias e envolveu 130 policiais de Mato Grosso e 220 de outros estados, resultou na morte de 18 suspeitos, na prisão de cinco, e na apreensão de 26 armas, incluindo 13 fuzis (dois do modelo .50 e 11 AK-47), 67 “bananas” de dinamite, milhares de munições e equipamentos diversos.

Os números consolidados pelo Observatório nesta semana indicam quedas significativas em diversos tipos de crimes. Os roubos seguidos de mortes reduziram 48%, passando de 29 casos em 2022 para 15 em 2023. Os roubos ao patrimônio diminuíram 17%, com 5.144 ocorrências em 2023, frente às 6.213 de 2022.

Os roubos e furtos de cargas também apresentaram baixas significativas, com quedas de 49% e 25%, respectivamente. Em 2023, os roubos caíram para 143, em comparação com os 283 de 2022, enquanto os furtos diminuíram de 271 para 202 no mesmo período.

As ocorrências de furtos e roubos em propriedades rurais registraram decréscimos de 26% e 12%, respectivamente. De 245 roubos em 2022, o número caiu para 181 em 2023, enquanto os furtos, que totalizaram 2.220 em 2022, foram reduzidos para 1.943 no último ano.

Os homicídios dolosos tiveram uma leve queda de 0,5%, passando de 876 em 2022 para 872 em 2023. No que diz respeito aos feminicídios, a redução foi de 2%, com 46 casos em 2023 contra 47 em 2022.

O secretário de Segurança Pública, coronel Cesar Roveri, atribuiu os resultados ao empenho das forças policiais e aos investimentos do governo em estruturação, aparelhamento e modernização das forças de segurança. Em 2023, foram investidos R$ 300 milhões para novos projetos e a contínua padronização e modernização dos armamentos das polícias.

“Estamos implantando a tecnologia no combate à violência, por meio do Programa Vigia Mais MT, e fornecendo o que há de mais avançado em armamentos para as polícias de todas as regiões do estado”, destacou Roveri. O governo já entregou 12.100 pistolas Glock e 950 fuzis e espingardas, além de adquirir 660 pistolas Teaser (arma não letal). Para 2024, estão previstas a aquisição de 1.950 pistolas Glock, 300 fuzis e um novo lote de armas não letais, reforçando o compromisso do governo em aparelhar as polícias para o policiamento cotidiano e especializado.

- Publicidade -

Compartilhe

Popular

Veja também
Relacionados

O Impacto da Patrulha Maria da Penha na Segurança das Mulheres em Nova Olímpia

Na tarde da última terça-feira dia (16), a secretária...

Quase 4 bilhões de pessoas correm risco de infecção pelo Aedes

Quase quatro bilhões de pessoas em todo o mundo...

MT reduz em 49% desmatamento de floresta nativa em 2023 em relação a 2022

Mato Grosso reduziu em 49% o desmatamento de floresta...
Feito com muito 💜 por go7.com.br