domingo, 26 maio 2024
- Publicidade -
Dengue
25.4 C
Nova Olímpia
- Publicidade -
abaixo de ultimas notícias

Governador prevê perdas econômicas e aconselha prefeitos a “apertarem os cintos” em 2024

Seca deve interir em ganhos no agro implicando em arrecadação menor do ICMS e repasses do Fethab

O governador Mauro Mendes (União Brasil) prevê que 2024 será um ano com certo nível de dificuldade na economia em razão do período de estiagem, implicando em uma colheita menor que, automaticamente, incidirá no volume menor de arrecadação. Em decorrência do cenário, Mendes aconselhou os prefeitos a “apertarem os cintos”. Apenas na safra do milho, a diminuição esperada é de 30%.

“Pode até piorar, dependendo do ritmo e do momento que as chuvas acontecerem nos próximos meses. Então, meus amigos, isso é um sinal de alerta, luz amarela, momento de cautela, momento de cuidar bem do dinheiro”, disse Mauro Mendes, em cerimônia de assinatura de convênios e repasses para custeios da Saúde a municípios nesta segunda-feira (18).

No evento, o senador Jayme Campos (União Brasil) fez o repasse de emendas de R$ 300 milhões para Mato Grosso. O governador reconheceu que o aporte “ajuda” a cobrir os custos do Executivo, porém, reiterou, que devido à baixa na safra, a arrecadação de ICMS será menor e o percentual do Fundo Estadual de Transporte e Habitação (Fethab) também.

“O senador Jayme trouxe essa ajuda para o custeio extremamente importante, mas apertem os cintos em 2024, existem sinais muito concretos que nós teremos um ano com algum nível de dificuldade. O quanto mais cedo, não tenho bola de cristal para quando seja o melhor possível, não será um ano como foi 2023, como foi 2022, como foi 2021. Será um ano de algum nível de dificuldade e a receita vai ser impactada”, contextualizou Mendes.

As mudanças promovidas pela Reforma Tributária também devem gerar reflexos, segundo Mauro.

“O Fethab direta ou indiretamente, todas as nossas relações dependem da nossa atividade econômica. O ICMS vai sofrer impacto também e trazer alguma consequência no dia a dia de todos nós, prefeitos, cidadãos, secretários. Mas acredito muito na nossa força, na nossa capacidade”.

- Publicidade -

Compartilhe

Popular

Veja também
Relacionados

Jogos hoje (26/05/24) ao vivo de futebol: onde assistir e horário

Confira onde assistir ao vivo aos jogos de futebol...

MPF investiga irregularidade na exploração de diamantes em MT por empresa de ucranianos

O procurador da República Guilherme Fernandes Ferreira Tavares instaurou...

Desastres afetam 6,1 milhões de pessoas em 10 anos no Estado

Mais de 6,1 milhões de mato-grossense já foram afetados...
Feito com muito 💜 por go7.com.br