sábado, 18 maio 2024
- Publicidade -
24.5 C
Nova Olímpia
- Publicidade -
abaixo de ultimas notícias

Campanha de vacinação contra Influenza em Mato Grosso será realizada no dia 20 de abril

A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) realizará o Dia D da campanha de vacinação contra a Influenza em Mato Grosso no próximo sábado, 20 de abril. Coordenada pela SES e executada pelos municípios, a ação tem o objetivo mobilizar a população mato-grossense contra a propagação do vírus da Influenza.

A estratégia de vacinação contra a influenza foi incorporada pelo Programa Nacional de Imunizações (PNI) em 1999, com o propósito de reduzir internações, complicações e óbitos na população-alvo. No total, 364 mil doses foram disponibilizadas pelo Ministério da Saúde para a campanha de vacinação no estado.

A superintendente de Vigilância em Saúde da SES, Alessandra Moraes, explicou que a data representa busca dar visibilidade à vacinação.

“Essa é mais uma ação que vem para somar com as ações estipuladas pelos próprios municípios. A ideia é que, no dia 20 de abril, a Saúde Pública de Mato Grosso intensifique a imunização contra a Influenza e conscientize a população da importância da vacinação”, disse.

Para ela, o papel dos municípios é fundamental em todos os processos que resultam na vacinação do grupo prioritário.

“O nosso objetivo é efetivar as ações da campanha em regime de colaboração com todos os municípios, para que, de forma simultânea, o Dia D seja efetivo e alcance um resultado igualitário em todos os 142 municípios”, ressaltou.

Alessandra ainda reiterou a importância de os pais comparecerem aos postos de vacinação com seus filhos.

“É fundamental que a população compareça aos pontos de vacinação e que os responsáveis levem as crianças para vacinar. A data é mais uma oportunidade de se proteger contra a influenza e evitar a propagação e os casos graves da doença”, afirmou.

Quem deve se vacinar?
Os grupos prioritários a serem vacinados pela Campanha de Vacinação contra a Influenza são:
• Crianças de 6 meses a menores de 6 anos de idade (5 anos, 11 meses e 29 dias);
• Trabalhadores da saúde;
• Gestantes;
• Puérperas;
• Professores;
• Povos indígenas;
• Idosos com 60 anos ou mais de idade;
• Pessoas em situação de rua; profissionais das Forças de Segurança, Salvamento e das Forças Armadas;
• Pessoas com doenças crônicas ou com dificiência;
• Caminhoneiros;
• Trabalhadores portuários;
• População privada de liberdade, a
• Adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas.

- Publicidade -

Compartilhe

Popular

Veja também
Relacionados

Analfabetismo no Brasil é maior em cidades pequenas, aponta Censo

As informações coletadas pelo Censo 2022, e divulgadas nesta sexta-feira, 17,...

Desembargadora cai em golpe no Whatsapp e perde R$ 45 mil

A desembargadora Maria Helena Póvoas, do Tribunal de Justiça...

CNM diz que agronegócio já perdeu mais de R$ 2 bi com as cheias do RS

As fortes chuvas e inundações que atingiram o Rio...
Feito com muito 💜 por go7.com.br