segunda-feira, 20 maio 2024
- Publicidade -
17.3 C
Nova Olímpia
- Publicidade -
abaixo de ultimas notícias

Alerta de chuva intensa faz Energisa preparar plano B para interior de Mato Grosso

O alerta de chuvas intensas para as próximas horas em Mato Grosso fez com que a Energisa elevasse a atenção das equipes para o atendimento. Há previsão de rajadas de ventos de até 50 km/h e chuva de até 100 milímetros em um dia. As tempestades podem gerar quedas de galhos, árvores arrancadas, alagamentos e descargas elétricas.

Os efeitos podem ser mais fortes no noroeste, sudeste e leste do Estado, atingindo regiões como Barra do Garça e Tangará da Serra.

Plano B para o interior de Mato Grosso

Com o alerta de chuva intensa, a Energisa preparou um plano B para o interior de Mato Grosso: deslocar subestações móveis para pontos estratégicos. Trata-se de equipamentos que podem suprir cidades inteiras, em caso de queda de energia devido ao rompimento de fios.

São seis carretas de até 23 metros de comprimento cada. Elas possuem todos os equipamentos e dispositivos dos sistemas mais complexos e com as mais variadas tensões de funcionamento.

(Foto: Assessoria Energisa)

“Esse sistema móvel trabalha da mesma forma que uma subestação fixa. Ela consegue suplementar, por exemplo, uma cidade com 44 mil habitantes, equivalente a Campo Verde”, explica Luciano Vogel, gerente de manutenção de subestações e linhas de transmissão da Energisa.

Uma vantagem do uso das subestações móveis é evitar cortes no fornecimento ou reduzir esse tempo. “Imaginemos uma ocorrência tão grave que afete drasticamente o fornecimento de uma cidade. A subestação móvel entra e nossas equipes podem atuar com segurança na manutenção”, explica Luciano.

LEIA TAMBÉM

Hoje uma dessas subestações móveis opera em Poxoréu, cidades que fica a 240 quilômetros de Cuiabá. Ela fica na localidade até a conclusão da nova subestação que começou a ser construída.

Outra subestação móvel deve seguir nos próximos dias para Araputanga, que também tem sofrido com sequências de temporais. Para se ter uma ideia da severidade do clima no Estado, só no ano passado foram registrados mais de 20,8 milhões de raios em Mato Grosso.

Atualmente a Energisa já atua em sistema de contingência, com reforço de equipes em 18 cidades:

  • Barão de Melgaço,
  • Água Boa,
  • Querência,
  • Juscimeira,
  • São José dos Quatro Marcos,
  • Guiratinga,
  • Vera,
  • Rio Branco,
  • Torixoréu,
  • Nova Bandeirantes,
  • Pedra Preta,
  • Cocalinho,
  • Rondolândia,
  • Santo Antônio de Leverger,
  • Chapada dos Guimarães,
  • Vila Bela da Santíssima Trindade,
  • Arenápolis e Tabaporã.

Em todas essas localidades, a empresa pede o apoio dos clientes, indicando as ocorrências pelos canais de comunicação da empresa.

- Publicidade -

Compartilhe

Popular

Veja também
Relacionados

Feito com muito 💜 por go7.com.br