sábado, 24 fevereiro 2024
- Publicidade -
Banner Topo
24.4 C
Nova Olímpia
- Publicidade -
abaixo de ultimas notícias

5G e educação: entenda como a forma de aprender será impactada

 

A adoção do ensino remoto na pandemia deixou clara a importância da conexão com a internet para a promoção de uma educação de qualidade. Com a chegada do 5G, a expectativa é que atividades online sejam otimizadas com novos recursos multimídia e formatos de ensino mais interativos, antes limitados por instabilidades da rede.

“Já há uma tendência de buscar e implantar formas mais atrativas de educar. Isso deve ser potencializado com o 5G, indo ao encontro das preferências e expectativas de crianças e adolescentes, que já estão inseridos na realidade online. Por isso, é importante que as escolas estejam preparadas e abertas para as mudanças”, explica Bruno Piva, CEO e fundador da Piva Educacional, startup que ajuda crianças e adolescentes a despertarem o gosto pelos estudos.

A alta velocidade da quinta geração da internet permitirá atividades mais dinâmicas, como aulas associadas a aplicativos, reprodução de vídeos sem perda de conexão e em alta definição, além de experiências imersivas proporcionadas pela realidade virtual.

O download de um vídeo, por exemplo, que no 4G leva em média dois minutos, no 5G poderá ser feito em menos de 4 segundos. Além da maior velocidade, a nova rede de internet é muito superior também na chamada latência, que é o tempo de resposta da rede a um comando do usuário.

“O 5G é superior em várias aspectos e isso vai beneficiar todos os setores, inclusive o educacional. Na Piva, nós já atuamos no online e acreditamos que, com a chegada da nova rede, conseguiremos explorar outros formatos e melhorar a experiência dos nossos alunos. Queremos participar dessa transformação de forma efetiva e inovar para tornar a educação ainda mais prazerosa”, afirma o CEO.

Educação e tecnologia

Bruno ainda reforça sobre a importância de ter uma metodologia de educação alinhada com a tecnologia, e que atenda as demandas dos estudantes. Para isso acontecer, a expectativa é que, primeiramente, todas as regiões sejam contempladas com sinal de internet.

Segundo pesquisa do Instituto Locomotiva e da consultoria PwC, 33,9 milhões de pessoas não possuem conexão à internet e outras 86,6 milhões não conseguem se conectar todos os dias. “Buscar conexão para todos os estudantes é o primeiro passo para a educação ser mais democrática”, afirma Piva.

5G no Brasil

A tecnologia 5G começou a funcionar no Brasil no dia 6 de julho. Brasília foi a primeira cidade a receber a faixa de 3,5 gigahertz, que oferece maior velocidade. A expectativa é que até o dia 29 de setembro o sinal esteja disponível em todas as capitais do país.

Até o momento, não há previsão da tecnologia chegar em zonas rurais e em locais onde não há nenhum tipo de conexão com a internet. Contudo, o edital do 5G prevê a implementação ao menos do 4G em 7.430 localidades, que atualmente, não possuem nenhuma rede disponível ou apenas a cobertura do 3G.

- Publicidade -
big master

Compartilhe

Popular

Veja também
Relacionados

Última rodada da 1ª fase do Mato-grossense acontece neste sábado

Cinco jogos serão disputados  na tarde deste sábado (24),...

PREFEITURA DE NOVA OLÍMPIA – COMUNICADO IMPORTANTE

A Prefeitura de Nova Olímpia-MT está oferecendo uma grande...

Deficiência logística e distância dos portos faz economia de MT perder R$ 16 bi apenas com milho

Conteúdo/ODOC – A distância dos portos para exportação da produção...

Mulheres ganham 20,8% menos que homens na mesma função, apesar de mais formação

Mulheres continuam ganhando 20,8% menos que os homens, confirma...
Feito com muito 💜 por go7.com.br