segunda-feira, 4 março 2024
- Publicidade -
Banner Topo
22.5 C
Nova Olímpia
- Publicidade -
abaixo de ultimas notícias

Sequestrado, jovem é brutalmente assassinado e corpo achado em mata de MT

 

 

Corpo de Ronas Ariel Chaves Lucas, 28, foi encontrado na tarde de quarta-feira (26), aos fundos do cemitério de Marcelândia (710 km ao norte de Cuiabá). Dois homens estão sendo procurados, suspeitos de terem cometido o crime sob o argumento de que Ronas seria da facção inimiga. A motivação é investigada, Ronas não tinha passagens criminais. 

De acordo com as informações apuradas pelo site, padrasto da vítima informou que ele saiu na noite de segunda-feira (24) e que não tinha retornado para casa. Nas primeiras horas de terça-feira (25), o carro da vítima foi localizado abandonado perto de um barranco.

A chave estava caída na rua. Polícia começou a diligência em busca de Ronas. Enquanto isso, uma denúncia narrava que a vítima foi vista pela última vez no campo Nilton Soares, onde teria sido abordado por dois homens e uma mulher.

Sequestrado, foi levado de lá dentro do próprio carro. Na sequência, uma das suspeitas foi identificada. Quando a PM chegou na casa dela, a mãe informou que ela havia saído com o namorado. Mas, em buscas, a polícia chegou à casa onde a suspeita estava com mais 2 mulheres. Durante a abordagem, ela contou sobre o crime.

Roupas queimadas

A primeira narrou que o namorado chegou de madrugada sujo de sangue junto com o amigo. Eles contaram que tinham matado um homem com golpes de pedrada. Em seguida, foram tomar banho e pediram para ela queimar as roupas que eles estavam usando.

A mulher afirmou que se negou, mas que eles foram lá e atearam fogo nas roupas. Ela ainda mostrou o local onde as peças foram queimadas. Enquanto eles se preparavam para fugir, um táxi aguardava do lado de fora da casa. Eles correram levando uma mochila.

Já a outra mulher confirmou que segurou uma arma de fogo no momento em que foi vista com a dupla e a vítima ainda no campo. Disse ainda que devolveu a arma e não sabe o que aconteceu depois. Aos policiais, ressaltou que não sabia do paradeiro do corpo da vítima. No local, a polícia encontrou porções de drogas. As 3 foram levadas para a delegacia.

Corpo encontrado

Durante a tarde de quarta, buscas foram realizadas em alguns pontos da cidade. O corpo da vítima foi encontrado, em estágio de decomposição, aos fundos do cemitério da cidade, cerca de 30 metros de mata.  

Vítima tinha sinais de espancamento, lesões por todo o corpo, perfurações e a face deformada. Conforme divulgado pela polícia, uma das presas filmou o crime. Ronas teria sido torturado e depois morto.

 

A motivação ainda é investigada, mas uma das mulheres afirmou que seria pelo fato da vítima ser da facção rival da qual elas e os namorados eram batizadas. Ronas não tinha passagens criminais. Caso é investigado.

- Publicidade -

Compartilhe

Popular

Veja também
Relacionados

Salários menores e ascensão são desafios de mulheres na TI

Considerada uma das áreas mais promissoras da atualidade, com...

Jovens são sequestrados e mortos por membros de facção

Jakson Francisco de Souza, 19 e Ludinei Kennedy Paixão...

Monitoramento é prejudicado por qualidade e baixo efetivo

Por meio de sinal de celular e utilizando dois...

Biocombustíveis são fundamentais para a transição energética e MT é protagonista

Biocombustíveis têm papel fundamental na transição energética para uma...
Feito com muito 💜 por go7.com.br