segunda-feira, 4 março 2024
- Publicidade -
Banner Topo
22.5 C
Nova Olímpia
- Publicidade -
abaixo de ultimas notícias

PJC prende 7 em operação contra conflitos agrários; um morre durante diligência

 
 
 

Operação conjunta das delegacias de Colniza, Aripuanã, Juara, Juina e Porto dos Gaúchos, com apoio do Grupo de Operações Especiais (GOE) e da Delegacia de Machadinho D’Oeste em Rondônia, prendeu 7 pessoas envolvidas em conflitos agrários na região de Colniza (1.065 km a Noroeste). Denominada “Pacificare”, a operação apreendeu ainda 11 armas de fogo. Um dos alvos morreu em confronto com a polícia durante diligências investigativas.  

Nesta quinta-feira (17) foram cumpridos mandados de prisão em Rondônia e um no Distrito de Taquaruçu do Norte, em Mato Grosso. Como desdobramento destes mandados e de mais cinco de busca, foram feitas mais 4 prisões em flagrante ainda em Taquaruçu do Norte e um em Machadinho D’Oeste, em Rondônia.  

Um dos mandados de busca não foi cumprido, mas o investigado já constituiu advogado para se apresentar. Um outro suspeito, identificado como Marcelo Bessa, entrou em confronto com as forças policiais em diligência, em julho deste ano, portando uma espingarda e acabou morrendo alvejado.  

A Polícia também apreendeu 11 armas de fogo, de diversos calibres, além de muita munição e aparelhos celulares, que devem auxiliar as investigações.  

De acordo com o delegado Giuliano Bertucini, de Colniza, os principais crimes investigados foram de ameaça e posse ilegal de arma de fogo. Ele explicou que os criminosos atuavam em associação com intuito de tomar a posse de áreas no Distrito de Taquaruçu do Norte por meio de intimidação. As vítimas eram mulheres sozinhas ou idosos.  

Bertucini também disse que o nome da operação, “Pacificare”, se deu pela necessidade de pacificação da área, em decorrência dos conflitos agrários, e para evitar eventos como a Chacina do Taquaruçu do Norte, ocorrida há 5 anos e que teve 9 nove mortes.  

 

“Novas investigações estão sendo abertas como desdobramentos dessa operação, com a finalidade de pacificar em definitivo essa localidade e evitar novas tragédias no local, além de demonstrar que o Estado está presente na região e tem a PJC como instituição garantidora da lei e da ordem em prol da população de Taquaruçu do Norte”, disse o delegado.

- Publicidade -

Compartilhe

Popular

Veja também
Relacionados

Salários menores e ascensão são desafios de mulheres na TI

Considerada uma das áreas mais promissoras da atualidade, com...

Jovens são sequestrados e mortos por membros de facção

Jakson Francisco de Souza, 19 e Ludinei Kennedy Paixão...

Monitoramento é prejudicado por qualidade e baixo efetivo

Por meio de sinal de celular e utilizando dois...

Biocombustíveis são fundamentais para a transição energética e MT é protagonista

Biocombustíveis têm papel fundamental na transição energética para uma...
Feito com muito 💜 por go7.com.br