quarta-feira, 29 maio 2024
- Publicidade -
15.6 C
Nova Olímpia
- Publicidade -
abaixo de ultimas notícias

Bandidos tinham passagens por tentativa de homicídio e eram membros de facção criminosa

 
 
 

Os bandidos que executaram o empresário Joseonaldo Ferreira de Ajaúro, 44 anos, na noite dessa segunda-feira (19), dentro do Shopping Popular de Cuiabá, tinha diversas passagens criminais por ameaça, tentativa de homicídio e outros. Um deles morreu e o outro foi preso.

Segundo o delegado da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), Marcel Oliveira, os dois eram membros de uma facção criminosa que tem grande ação em Mato Grosso. A dupla é identificada como Wenderson Santos Souza, 24 anos e Bruno Fernandes de Souza Costa, 22 anos.

Wanderson foi o criminoso que atirou na cabeça de Josenaldo e morreu no confronto com a Cavalaria da Polícia Militar. Conforme o delegado, o criminoso era da Bahia. Lá, ele era conhecido como “Neguinho”, e aqui em Cuiabá passou a ser chamado de “Baiano” ou “Bahia”.

Ele tinha passagens criminais por roubo, tráfico de drogas, tentativa de homicídio, integrar facção criminosa e outros. Wenderson tinha um mandado de prisão em aberto e estava foragido.

O corpo continua no Instituto Médico Legal (IML), aguardando familiares virem buscá-lo.

Bruno Fernandes foi preso em flagrante após o crime. Ele é de Cuiabá e possui diversas passagens criminais desde quando era menor de idade. Entre os crimes estão: tentativa de homicídio contra esposa, violência domestica e também já chegou a romper a tornozeleira eletrônica.

Ele passou por audiência de custódia nessa terça-feira (20) e sua prisão foi convertida de flagrante para preventiva.

A Polícia Civil não divulgou a motivação do crime, mas o apurado é que se trata de um acerto de contas.

O crime

Joseonaldo Ferreira de Ajaúro, 44 anos, foi executado com um tiro na cabeça no início da noite de segunda-feira. Wenderson e Bruno entraram no Shopping Popular se passando por clientes e foram até o box da vítima.

Lá, conversaram com o homem, até que Wenderson o surpreendeu com um tiro na cabeça.

Após isso, os dois saíram correndo para fora do estabelecimento. Quando chegaram próximo ao Ginário Dom Aquino se depararam com uma equipe da Cavalaria, que passava pelo local, fazendo patrulhamento.

 

Houve troca de tiros e Wenderson acabou atingido. O criminoso ainda tentou escapar, chegou a pegar uma criança para tentar fazer de refém, mas morreu no local.

- Publicidade -

Compartilhe

Popular

Veja também
Relacionados

Feito com muito 💜 por go7.com.br