terça-feira, 16 abril 2024
- Publicidade -
27.5 C
Nova Olímpia
- Publicidade -
abaixo de ultimas notícias

Operação mira em prefeitura de Acorizal e apura fraude de R$ 21 mi

Prefeitura de Acorizal (70 km de Cuiabá) foi alvo de uma operação da Polícia Civil do Distrito Federal (DF) na manhã desta quinta-feira (18). O inquérito apura um esquema de fraudes em pagamentos de guias de arrecadação via QR Code PIX e causou um prejuízo de R$ 21 milhões.

Os agentes cumpriram dez mandados de prisão temporária e 15 de busca e apreensão. De acordo com a investigação, o esquema criminoso começou em janeiro de 2023.

Os criminosos adulteravam o QR Code PIX das guias de arrecadação, inserindo valores significativamente menores do que o valor real da guia. Além de Mato Grosso, os crimes eram articulado em Santa Catarina, Minas Gerais, Bahia, Maranhão, Amapá, Goiás e Rio de Janeiro.

Ainda conforme as investigações, a fraude foi orquestrada por quatro núcleos distintos. Confira abaixo:

– Núcleo Operacional: Responsável por explorar a vulnerabilidade e efetuar os pagamentos.
– Núcleo de Prefeituras: Emissão das guias fraudulentas e repasse das verbas. Prefeituras de Morros/MA, Ubaitaba/BA, Serra do Navio/AP, Jacinto/MG e Acorizal/MT estiveram envolvidas.
– Núcleo de Intermediadores: Facilitou a comunicação entre o núcleo operacional e as prefeituras.
– Núcleo Financeiro: Utilizou empresas para permitir a retirada dos recursos ilícitos das contas das prefeituras.

Ainda conforme a PCDF, o esquema demonstra a necessidade de atualização dos sistemas de segurança das instituições financeiras para prevenir tais vulnerabilidades. “A operação é considerada uma das mais significativas contra crimes cibernéticos e lavagem de dinheiro no Brasil, além de demonstrar a capacidade e eficiência das forças policiais em desarticular esquemas complexos de fraude e lavagem de dinheiro”, cita.

- Publicidade -

Compartilhe

Popular

Veja também
Relacionados

Feito com muito 💜 por go7.com.br