segunda-feira, 24 junho 2024
- Publicidade -
26.3 C
Nova Olímpia
- Publicidade -
abaixo de ultimas notícias

Lula planta pé de oliveira em Embaixada e pergunta quando nascem as uvas

Enquanto plantava uma oliveira na Embaixada da Palestina em Brasília na última semana, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) perguntou para o embaixador palestino Ibrahim Alzeben quanto tempo demoraria para poder nascer uvas. A árvore, porém, dá azeitonas.

Durante a cerimônia, o embaixador disse que Lula estava “plantando esperança para o povo palestino”. Após terminar o plantio, Lula perguntou a Alzeben quanto tempo demoraria para dar uma uva, se corrigindo logo depois. “Vou voltar aqui… quanto tempo demora para dar uma uva… azeitona”. Alzeben respondeu que levaria oito anos até que a planta desse frutos.

O encontro na Embaixada da Palestina ocorreu no último dia 9, mas a gafe de Lula viralizou nas redes sociais apenas nesta sexta-feira, 16, através de perfis de oposição ao petista.

Além de Lula e o embaixador palestino, o evento também contou com a participação da primeira-dama, Janja da Silva, e o vice-presidente Geraldo Alckmin. Além deles, estavam Celso Amorim, que é o principal conselheiro do presidente em questões internacionais, e os ministros Mauro Vieira (Relações Exteriores), Fernando Haddad (Fazenda), Ricardo Lewandowski (Justiça) e Paulo Pimenta (Secretaria de Comunicação Social).

A oliveira é uma árvore com um forte valor simbólico para as três grandes religiões monoteístas. Os islâmicos a consideram a ‘árvore da vida‘. Para os cristãos, ela está relacionada com os sentimentos de esperança e reconciliação. Os judeus, por sua vez, associam a planta com o Monte das Oliveiras, local sagrado frequentado por profetas.

Desde que assumiu o seu terceiro mandato no Planalto, Lula cometeu outras gafes durante cerimônias. Em maio do ano passado, ele afirmou que o regime do ditador da Venezuela, Nicolás Maduro, é alvo de ‘narrativas‘ e que o conceito de democracia é ‘relativo‘.

Em julho do ano passado, ele agradeceu à África ‘por tudo o que foi produzido pelos 350 anos de escravidão‘ ao lado do presidente de Cabo Verde.

Em setembro, quando realizou uma cirurgia o quadril, o presidente foi criticado por ter relacionado beleza a não uso de equipamentos como muleta e andador durante uma transmissão do Conversa com o Presidente, antiga live semanal produzida pela Empresa Brasil de Comunicação (EBC).

Lula disse que gesto foi ’em nome da paz’ na Palestina

De acordo com Lula, o gesto foi ‘em nome da paz e da esperança para o povo palestino‘. A Faixa de Gaza, que faz parte da Palestina, é palco de uma guerra entre Israel e o grupo terrorista Hamas desde outubro do ano passado.

Desde o início do conflito, o petista critica Israel pela intensidade dos ataques feitos pelo Exército do país. A guerra foi desencadeada após o grupo extremista realizar um ataque terrorista que deixou 1,2 mil israelenses mortos.

Durante uma entrevista cedida para um veículo de comunicação egípcio nesta quinta-feira, 15, Lula disse que Israel mata mulheres e crianças a ‘pretexto de derrotar o Hamas‘. O presidente também disse que a resposta israelense ao ataque terrorista de outubro ‘não tem nenhuma explicação‘.

‘O Brasil foi um país que condenou de forma veemente a posição do Hamas no ataque de Israel e ao sequestro de centenas de pessoas. Nós condenamos e chamamos o ato de ato terrorista. Mas não tem nenhuma explicação o comportamento de Israel, a pretexto de derrotar o Hamas, estar matando mulheres e crianças, coisa jamais vista em qualquer guerra que eu tenha conhecimento‘, disse Lula.

- Publicidade -

Compartilhe

Popular

Veja também
Relacionados

Jogos hoje (24/06/24) ao vivo de futebol: onde assistir e horário

Confira onde assistir ao vivo aos jogos de futebol...

População de rua em Mato Grosso aumenta 82% em 6 anos

Em seis anos, o número de pessoas vivendo em...

Homem é baleado em casa noturna em Tangará

Um homem de 49 anos, que não teve seu...
Feito com muito 💜 por go7.com.br