segunda-feira, 24 junho 2024
- Publicidade -
26.3 C
Nova Olímpia
- Publicidade -
abaixo de ultimas notícias

Analfabetismo no Brasil é maior em cidades pequenas, aponta Censo

As informações coletadas pelo Censo 2022, e divulgadas nesta sexta-feira, 17, pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), mostram que o nível de analfabetismo é maior nas pequenas cidades do País. No total, o Brasil possui 11,4 milhões de pessoas com mais de 15 anos que não sabem ler e escrever.

De acordo com os dados, os 1.366 municípios que têm entre 10.001 e 20.000 habitantes apresentaram a maior taxa média de analfabetismo (13,6%), quatro vezes mais que os 41 municípios acima de 500.000 habitantes (3,2%).

Na divisão de regiões do Brasil, a região Nordeste apresenta a taxa mais baixa de alfabetização, com 85,8%. Em contrapartida, o Sul e Sudeste têm índices de alfabetização acima de 96%.

Ao observar as unidades federativas, os pesquisadores perceberam que as maiores taxas de alfabetização foram registradas em Santa Catarina (97,3%) e no Distrito Federal (97,2%), enquanto Alagoas (82,3%) e Piauí (82,8%) apresentaram as menores taxas.

Divisão racial

O levantamento também apontou que os percentuais de analfabetismo entre pretos e pardos são de 10,1% e 8,8%, respectivamente, contra 4,3% dos brancos.

No entanto a distância entre a população branca, negra, parda e indígena caiu para 5,8%; 4,5% e 11,8%, respectivamente, na comparação com o ano de 2010, quando os índices eram 8,5%; 7,1 e 14,1%.

- Publicidade -

Compartilhe

Popular

Veja também
Relacionados

Esmagamento de soja em Mato Grosso cresce 20,24% em maio

Mato Grosso apresentou um novo recorde quanto ao esmagamento...

Número de feminicídios sobe no Estado; relembre casos

Mato Grosso é destaque nacional no ranking de ataque...
Feito com muito 💜 por go7.com.br