segunda-feira, 4 março 2024
- Publicidade -
Banner Topo
22.5 C
Nova Olímpia
- Publicidade -
abaixo de ultimas notícias

Conheça as lesões nos pés mais associadas a cada tipo de calçado

 

Ao comprar um calçado novo, é comum arriscarmos levar para casa algum que não tenha ficado confortável inicialmente, acreditando no que o vendedor disse de que ficará melhor depois.

Os pés são a base da sustentação do corpo, quando sofrem algum problema, pode levar ao desalinhamento de outras estruturas do corpo, como joelho, quadril e coluna. Mesmo um calçado confortável como o tênis pode trazer algum risco, ainda que bem mais baixo do que os outros que veremos adiante.

Fique atento! Conheça as lesões nos pés mais associadas aos tipos mais comuns de calçados.

Sapatos fechados

Para os de material mais rígido, confeccionados nos calçados sociais masculinos e femininos, tenha preferência para que ele já esteja confortável no momento da compra. Ainda que o vendedor diga que com o tempo ele se adaptará no pé, um sapato apertado pode causar desde o seu primeiro uso:

  • Dores pela pressão sobre a pele e ossos;
  • Bolhas e calos, dando sinais do mecanismo de defesa do corpo para o calçado que está sendo inapropriado;
  • Particularmente os de bico fino, favorecem a formação de unhas encravadas e hálux valgo (a famosa joanete);
  • Dificultam a mobilidade e flexibilidade dos dedos dos pés.

Calçados de solado baixo

Sapatilhas, rasteirinhas, chinelos e algumas sandálias de solado muito baixo, apesar de confortáveis, podem não proporcionar o amortecimento adequado para absorver o impacto com o chão durante a caminhada.

O sapato que não tenha um salto mínimo, não dá suporte ao calcanhar e seu uso excessivo, sem alternância com outros calçados de solados variados, pode causar:

  • Ardências na sola do pé provocada pela inflamação da membrana do tecido que reveste a musculatura da sola do pé (fascite plantar);
  • Dores no joelho e coluna;
  • Dores no tendão de Aquiles e tendinite.

Salto alto

O oposto também é prejudicial e quanto mais alto e fino o salto, pior.

Neste tipo de formato, o peso do corpo fica mal distribuído, com maior concentração na parte da frente (antepé), favorecendo o surgimento de calosidades nesta região.

O desequilíbrio que provoca ao andar, altera o centro de gravidade, compensando e sobrecarregando outras partes do corpo, como tornozelos, calcanhares, joelhos e quadril, além de músculos e tendões das pernas.

Se fabricados em material rígido e bico fino, também apresentam os mesmos problemas desses tipos de calçado mencionados anteriormente.

Além disso, podem agravar condições existentes de problemas na coluna. É comum serem notados:

  • Lesões e dores na coluna;
  • Problemas na articulação;
  • Dor nas pernas;
  • Inflamação nos joelhos;
  • Tendinite patelar.

A apresentadora Xuxa foi um caso famoso de alguém que enfrentou sérios problemas pelo uso prolongado desse tipo de calçado. Ela passou por um longo tratamento com um médico especialista em pé e tornozelo para se recuperar de uma sesamoidite no pé esquerdo, que é uma inflamação em dois ossos dianteiros do pé. A doença causa dores, calos e inchaços.

Plataforma e anabela

Muito conhecido pelo público feminino, é uma variação do salto alto mas com um tipo de solado que se caracteriza por ser por inteiro. Apesar do peso do corpo ficar melhor distribuído do que o salto alto, se forem muito altos e apresentar solado rígido, não permitem a flexibilidade do movimento do pé ao andar e provocam o desequilíbrio do corpo.

Um problema frequente neste tipo de sapato é que, ao caminhar por superfícies irregulares, aumentam o risco da “pisada em falso”, sendo a entorse do tornozelo a lesão mais comum das adeptas deste calçado.

Outros problemas ocasionados são os mesmos do sapato de salto alto.

Tênis

Os tênis já são naturalmente muito confortáveis e apresentam risco baixo de lesão para os pés e tornozelo. Mas, especialmente para praticantes de atividade esportiva, dependendo da exigência do esporte, devem ser tomados alguns cuidados para que os benefícios da prática não resultem em risco à saúde.

Para os corredores e aqueles que praticam caminhada, é preciso ficar atento ao tipo de pisada para um amortecimento adequado do tênis. São três tipos:

  • Pisada neutra: começa com o impulso no calcanhar e termina na planta do pé, ou seja, o pé toca o chão de maneira uniforme, distribuindo o peso de maneira equilibrada;
  • Pisada pronada: quando a parte interna do pé atinge o solo primeiro. Costuma ocorrer por apresentar a rotação interna do pé e tornozelo mais acentuadas;
  • Pisada supinada: é o contrário da pronada. A parte externa do pé toca o chão primeiro.

Se você não sabe a sua pisada, há testes específicos para descobrir. Uma dica é observar a sola, o desgaste dela pode dar o indicativo de qual é o seu tipo.

O ideal é que o modelo escolhido seja apropriado para a modalidade de esporte que se quer praticar, fique confortável, proporcione estabilidade durante a prática esportiva e absorva o impacto.

Independentemente da prática de exercícios, se aparecerem bolhas e calos, é sinal de que está na hora de aposentar o tênis.

Dicas para acertar na escolha

 A dica básica é, ao experimentar o calçado no momento da compra, que ele já esteja confortável.

Outros quesitos que podem ser observados:

  • Ser macio e proporcione mobilidade dos dedos;
  • Solado antiderrapante e que promova a absorção de impacto;
  • Salto de 3 a 5 cm para relaxamento posterior;
  • Dê preferência a modelos com fecho na parte de trás, que ajudam mais na estabilidade ao caminhar;
  • Permitir que a sola do pé assente inteiramente no chão.

Para ter uma boa saúde dos pés, evite usar continuamente um mesmo tipo de calçado e quando for possível, fique descalço por um tempo.

Os pés sofrem um estresse constante por sustentar todo o peso do corpo na maior parte do dia. Um calçado adequado é indispensável para evitar problemas sérios no futuro.

- Publicidade -

Compartilhe

Popular

Veja também
Relacionados

Salários menores e ascensão são desafios de mulheres na TI

Considerada uma das áreas mais promissoras da atualidade, com...

Jovens são sequestrados e mortos por membros de facção

Jakson Francisco de Souza, 19 e Ludinei Kennedy Paixão...

Monitoramento é prejudicado por qualidade e baixo efetivo

Por meio de sinal de celular e utilizando dois...

Biocombustíveis são fundamentais para a transição energética e MT é protagonista

Biocombustíveis têm papel fundamental na transição energética para uma...
Feito com muito 💜 por go7.com.br