segunda-feira, 24 junho 2024
- Publicidade -
Dengue
26.3 C
Nova Olímpia
- Publicidade -
abaixo de ultimas notícias

Rituais diários bem curiosos de personalidades históricas

O ditado “cada um com a sua loucura” reflete a superstição humana de uma forma tão perfeita que fica até mesmo difícil descrever. Afinal, quem é que nunca usou a mesma camiseta de futebol para ajudar seu time do coração a sair vitorioso, sentou-se no mesmo lugar do avião para não dar chance ao azar ou qualquer outro tipo de mania doida que simplesmente fazia sentido em sua cabeça, não é mesmo?

E isso vale para qualquer ser humano, até mesmo as celebridades e personalidades históricas. Afinal, todos acabam sentindo a necessidade de contar com um pouco de sorte para vencer na vida. Pensando nisso, nós separamos uma lista com cinco personalidades históricas que apresentavam rituais diários bastante curiosos. Veja só!

1. Beethoven 

(Fonte: Wikimedia Commons)(Fonte: Wikimedia Commons)

Ludwig Van Beethoven é mundialmente conhecido como um grande ícone da música. Para manter sua inspiração, ele tinha um hábito curioso: depois de tomar seu café da manhã diário, que obsessivamente precisava ter 60 grãos de café, ele passava algumas horas em sua mesa antes de sair para longas caminhadas.

Supostamente, andar por aí era o que mantinha sua criatividade e, enquanto ele caminhava, frequentemente parava para anotar alguns compassos de música em uma caderneta. De acordo com seu secretário, Anton Schindler, também era comum que ele ficasse andando de um lado para o outro em seu quarto, derramando jarros de água sobre suas mãos enquanto cantarolava uma nova música.

2. Marcel Proust

(Fonte: Wikimedia Commons)(Fonte: Wikimedia Commons)

Enquanto estava escrevendo seu romance de 3 mil páginas, Em Busca do Tempo Perdido, no início de 1900, o escritor francês Marcel Proust passava a maior parte do tempo trancafiado em seu quarto. Normalmente, ele não acordava antes das 15h, quando parava para tomar um café e comer um croissant — normalmente sua única refeição do dia.

 Então, ele inalava a fumaça do pó de tabaco tingido de ópio, que ele acreditava melhorar sua asma. Proust trabalhava deitado em sua cama, rodeado por travesseiros.  Mesmo assim, afirmava que após escrever 10 páginas ele estava “completamente arrasado.”

3. Demóstenes

(Fonte: Wikimedia Commons)(Fonte: Wikimedia Commons)

O antigo estadista grego Demóstenes era conhecido por sua incrível capacidade de oratória, sendo extremamente comovente sem fazer muito esforço. No entanto, toda essa habilidade era fruto de um regime de trabalho rigoroso. Ele passava horas estudando retórica e também era treinado por um ator para aprender a controlar adequadamente os movimentos do seu corpo.

Para não ficar com falta de ar enquanto discursava, Demóstenes praticava falar com pedrinhas na boca, gritava seus discursos em voz alta enquanto subia uma colina e até mesmo cantava sobre o som das ondas quebrando na praia.

4. Salvador Dalí

(Fonte: Wikimedia Commons)(Fonte: Wikimedia Commons)

Como um dos mestres do surrealismo, uma escola de arte que visa explorar o inconsciente da mente, Salvador Dalí contou com alguns truques mentais para produzir as imagens alucinatórias de pinturas como “A Persistência da Memória” e “Cisnes Refletindo Elefantes”.

Tentando desfocar a linha tênue entre seus sonhos e a realidade, Dalí segurava uma chave de metal sobre uma panela de estanho enquanto cochilava. Assim que ele começava a pegar no sono, ele largaria a chave e acordaria, criando uma oportunidade de registrar as estranhas imagens que passavam por sua mente no mundo dos sonhos.

5. Maya Angelou

(Fonte: Wikimedia Commons)(Fonte: Wikimedia Commons)

Criadora do poema I Know Why the Caged Birds Sings, Maya Angelou era famosa por fazer muito pouco de seu trabalho dentro de casa. Para ela, o conforto era algo desconcertante e a melhor opção era reservar quartos de hotéis “minúsculos e mesquinhos”.

Normalmente, ela alugava os quartos por meses seguidos e chegava de manhã cedo apenas com seus materiais de escrita, uma Bíblia, uma garrafa de xerez e um baralho de cartas.

Fontes History The Guardian The Vintage News
Imagem Wikimedia Commons

 

- Publicidade -

Compartilhe

Popular

Veja também
Relacionados

Esmagamento de soja em Mato Grosso cresce 20,24% em maio

Mato Grosso apresentou um novo recorde quanto ao esmagamento...

Número de feminicídios sobe no Estado; relembre casos

Mato Grosso é destaque nacional no ranking de ataque...
Feito com muito 💜 por go7.com.br