sábado, 18 maio 2024
- Publicidade -
Dengue
24.5 C
Nova Olímpia
- Publicidade -
abaixo de ultimas notícias

Não estão lá de enfeite: furinhos nas bolachas têm função pouco conhecida

Não importa se você chama de 'biscoito' ou 'bolacha': já parou para pensar por que existem pequenos furos nesse tipo de alimento?

Você já deve ter parado para refletir sobre o porquê de existirem alguns furinhos nos biscoitos, não é?

Pode parecer “bonitinho”, mas a verdade é que eles não estão ali meramente por estética!

Descubra agora o motivo dessa característica tão intrigante desses alimentos.

Por que existem furinhos nas bolachas?

 

Para entender, vamos retomar o processo de fabricação das bolachas que encontramos nos supermercados.

 

Após serem moldadas, as peças passam por um forno no qual o vapor é liberado para garantir a “crocância” do produto. É nesse momento que são feitos os famosos furinhos.

No entanto, o que você provavelmente não sabia é que esses pequenos furos desempenham um papel crucial para permitir que o vapor escape durante o processo de cozimento.

Sem eles, a bolacha ficaria inchada, cheia de bolhas, e sua embalagem se tornaria um desafio. Afinal, quem quer bolachas deformadas e “farelentas”?

Além disso, sabia que os furinhos não são exclusivos das bolachas/biscoitos? Na panificação em geral, eles desempenham um papel vital. Pense no pão francês quentinho da padaria da esquina.

Assim como ocorre nas bolachas, os furinhos na massa dos pães garantem sua crocância e evitam que ele fique inflado durante o cozimento, resultando em um pão uniformemente assado e delicioso.

Esses pequenos detalhes não são apenas caprichos culinários, eles são elementos essenciais para a qualidade, padronização e estética dos produtos que consumimos.

Ao entender o propósito por trás disso, apreciamos não apenas o sabor, mas também a ciência envolvida em cada bolacha que saboreamos.

Mais curiosidades sobre a bolacha de água e sal

Composta inicialmente por uma simples mistura de farinha e água, a receita evoluiu graças aos esforços de Josiah Bent, em Massachusetts, nos Estados Unidos.

Ele transformou o biscoito em um lanche popular, marcando o início de uma jornada culinária extraordinária.

Em 1876, a Nabisco adquiriu a empresa de Bent, lançando comercialmente os biscoitos de água e sal.

Esse marco não apenas impulsionou a popularidade do lanche, mas moldou a indústria alimentícia.

 

- Publicidade -

Compartilhe

Popular

Veja também
Relacionados

Analfabetismo no Brasil é maior em cidades pequenas, aponta Censo

As informações coletadas pelo Censo 2022, e divulgadas nesta sexta-feira, 17,...

Desembargadora cai em golpe no Whatsapp e perde R$ 45 mil

A desembargadora Maria Helena Póvoas, do Tribunal de Justiça...

CNM diz que agronegócio já perdeu mais de R$ 2 bi com as cheias do RS

As fortes chuvas e inundações que atingiram o Rio...
Feito com muito 💜 por go7.com.br