terça-feira, 16 abril 2024
- Publicidade -
27.5 C
Nova Olímpia
- Publicidade -
abaixo de ultimas notícias

8 frutas e vegetais extintos que você nunca ouviu falar

À medida que mudanças climáticas, desmatamento e práticas agrícolas evoluem, o destino de muitas frutas e vegetais fica cada vez mais incerto.

No vasto reino da natureza, as frutas e vegetais são essenciais na nutrição humana e também para a riqueza da biodiversidade. Contudo, a história da agricultura testemunhou a extinção gradual de variedades únicas que em outra época adornavam pomares e campos ao redor do mundo.

Essa realidade não tem recebido a devida atenção, mesmo com a crescente monocultura na produção de alimentos, resultando no desaparecimento de muitas variedades. O declínio impacta os ecossistemas, prejudicando a polinização cruzada e limitando a evolução de espécies resistentes.

Seja devido às mudanças climáticas, desmatamento ou falta de produtividade comercial, a perda dessas plantas representa uma tendência alarmante para o ecossistema terrestre.

8 frutas e vegetais extintos ao longo do tempo

1. Maçã Taliaferro

Nos idos de 1814, Thomas Jefferson, em Monticello, Virginia, EUA, cultivava a exuberante maçã Taliaferro. Em uma carta à sua neta, ele exaltou a pequena fruta como produtora do “melhor cidra indiscutível” e comparou-a a um vinho único em sabor.

Embora muitos acreditem que tenha desaparecido com o pomar original da propriedade, alguns otimistas entre os horticultores mantêm a esperança de sua sobrevivência.

2. Couve-flor Cornish Antiga

A couve-flor Cornish antiga, embora não tenha ganhado fama por seu sabor, destacava-se por sua resistência ao vírus anelado, um flagelo para outras variedades.

Na década de 1950, cedeu lugar a uma versão francesa mais resistente ao transporte, sendo gradualmente extinta. O vírus anelado, agora sem inibição, devastou plantações de couve-flor em diversas regiões britânicas.

3. Pêra Ansault

Originária de Angers, França, a Pêra Ansault, que encantava os paladares desde 1863, foi apreciada por seu sabor notável e cremoso. No entanto, árvores irregulares e a ascensão da agricultura comercial selaram seu destino no início do século XX.

A dificuldade de cultivo em grandes pomares afastou os produtores comerciais, contribuindo para o desaparecimento dessa pérola frutífera.

4. Banana Gros Michel

Na década de 1950, a banana predominante, Gros Michel, foi erradicada no Panamá devido a um fungo. Sua substituta, a Cavendish, enfrenta agora uma ameaça global de uma epidemia que afeta plantações na África, Ásia e Américas.

Por outro lado, a banana selvagem de Madagascar, também parente da popular Cavendish, enfrenta sério risco de extinção. Desmatamento e mudanças climáticas ameaçam seu habitat, e sua falta de viabilidade comercial a coloca à beira do desaparecimento. Especialistas advertem que é apenas questão de tempo até que esta fruta única seja perdida para sempre.

5. Ameixa Murray

A Ameixa Murray (Prunus murrayana), uma espécie selvagem encontrada no Texas em 1928, desapareceu desde então. Marcada como gravemente ameaçada de extinção, pesquisas recentes não conseguiram localizar nenhum exemplar.

Com seu aspecto único, um arbusto espinhoso com folhas peludas, suas flores brancas transformavam-se em ameixas vermelhas com pontos brancos.

6. Manga Kalimantan

Endêmica de Kalimantan, Borneo, a Manga Kalimantan (Mangifera casturi) foi uma das 31 variedades locais, sendo também mascote da província de Kalimantan do Sul.

Listada como extinta desde 1998, seu desaparecimento é atribuído ao desmatamento desenfreado, que destruiu seu habitat único e levou à perda dessa preciosa variedade de manga.

7. Tamareira da Judeia

A Tamareira da Judeia, antigamente comum em torno do Mar Morto, Mar da Galileia e Vale de Hula, em Israel, tornou-se vítima das mudanças climáticas. As áreas onde prosperava tornaram-se mais secas, dificultando seu cultivo que demanda alta quantidade de água.

Em 2005, surpreendentemente, botânicos conseguiram germinar uma semente de 2000 anos dessa espécie, explorando seu genoma para entender sua evolução.

8. Goiaba Jamaicana

Enquanto as goiabas jamaicanas ainda são encontradas, a espécie Psidium dumetorum, também conhecida como Psidium jamaicana e endêmica da Jamaica, desapareceu.

A última planta selvagem foi registrada em 1976, e desde então, nenhum exemplar foi encontrado, marcando o fim de uma variedade única de goiaba na região.

- Publicidade -

Compartilhe

Popular

Veja também
Relacionados

Feito com muito 💜 por go7.com.br