terça-feira, 27 fevereiro 2024
- Publicidade -
Banner Topo
22.1 C
Nova Olímpia
- Publicidade -
abaixo de ultimas notícias

Laudo da Sema não aponta alterações na água de cachoeira tingida de azul

Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema) informou, nesta terça-feira (27), que não houve alterações ambientais na Cachoeira Queima-Pé, em Tangará da Serra, onde foi realizado um chá revelação que tingiu a água de azul.

“Não foi constatada alteração visual nos parâmetros físicos da água, como cor e odor, e não houve mortandade de ictiofauna [conjunto de peixes]”,

diz o laudo da Sema.

O evento foi realizado no último domingo (25). Vídeo divulgado nas redes sociais viralizou em todo país de forma negativa e gerou nota de repúdio. O vídeo mostra a cachoeira ficando azul, revelando que o casal espera um menino.

Os técnicos da secretaria estiveram no local na tarde de segunda-feira (26), após tomar conhecimento da alteração da cor da água.

Segundo a Sema, apesar de não apresentar alterações, houve “conduta em desacordo com a legislação” e o responsável pelo evento será autuado por

“lançar resíduos sólidos, líquidos ou gasosos ou detritos, óleos ou substâncias oleosas em desacordo com as exigências estabelecidas em leis ou atos normativos”,

de acordo com o decreto federal nº 6.514/2008.

As multas e penalidades serão definidas após laudo técnico elaborado pelo órgão ambiental, que irá identificar a dimensão do dano decorrente da infração e em conformidade com a gradação do impacto.

Um dos responsáveis pelo evento compareceu na sede da Sema de Tangará da Serra para prestar esclarecimentos, acompanhado de sua advogada, e afirmou não ter conhecimento que seria lançado algum produto para colorir a água, atribuindo a familiares a responsabilidade.

O responsável apontado já foi identificado e irá comparecer na sede do órgão ambiental para a devida autuação ambiental.

- Publicidade -
big master

Compartilhe

Popular

Veja também
Relacionados

Feito com muito 💜 por go7.com.br