segunda-feira, 20 maio 2024
- Publicidade -
17.3 C
Nova Olímpia
- Publicidade -
abaixo de ultimas notícias

Jornalista vira réu por agredir namorada em festa em Tangará

A Justiça de Tangará da Serra, a 242 km de Cuiabá, acolheu a denúncia do Ministério Público, nesta segunda-feira (9), contra o jornalista Lucas Ferraz, que se tornou réu no processo. A promotoria considerou que o apresentador cometeu os crimes de lesão corporal por motivo fútil e violência psicológica contra a namorada.

Segundo a denúncia, ele também teria coagido a vítima a dar uma versão falsa e insinuar que teria problemas psiquiátricos. Ao g1, a defesa do jornalista informou, em nota, que isso já era esperado e, agora, aguarda a audiência para provar a inocência dele. A audiência de julgamento ainda não foi agendada.

“Inclusive a magistrada merece aplausos pela celeridade, pois agora teremos a audiência de instrução que elucidarão os fatos e certamente comprovará a inocência de Lucas ao final do processo”, disse.

A agressão ocorreu em dezembro do ano passado durante uma festa da emissora na qual o jornalista trabalhava. Segundo a polícia, Lucas agrediu a namorada, de 20 anos, com socos após uma discussão. Ao ser atendida em uma Unidade de Terapia Intensiva (UPA), ela contou ao médico que havia sido agredida.

Contudo, ao prestar depoimento na delegacia, ela negou todos os fatos. Mesmo assim, o delegado responsável pelo caso continuou as investigações e o apresentador foi preso.

Entenda o caso

Lucas Ferraz era apresentador da TV Vale, em Tangará da Serra, e estava na festa de fim de ano da empresa com a mulher, de 20 anos. Eles moram juntos. Na confraternização, segundo a polícia, eles tiveram uma briga que teria sido causada por uma crise de ciúmes do jornalista, que, conforme o boletim de ocorrência, agrediu a jovem com socos.

Com o rosto machucado, ela foi levada para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Tangará da Serra por pessoas que estavam no evento. Entre elas, o chefe de Ferraz. Durante o atendimento, a vítima contou ao médico que havia sido agredida e a Polícia Militar foi acionada.

Segundo os policiais, no registro da ocorrência, a vítima tinha vários hematomas no rosto. Porém, na segunda-feira, em depoimento à Polícia Civil, negou que Ferraz a agrediu. Após a repercussão do caso, o jornalista postou um vídeo nas redes sociais negando as agressões.

“Tem gente que quer prejudicar a vida dos outros, quer prejudicar a carreira dos outros, família dos outros. Tem muita gente que torce contra para que o cara seja uma pessoa errada, torta. Me respeita, tenho minha esposa, tenho minha família, vão procurar o que fazer”, disse.

O Grupo Agora Comunicação informou que o apresentador foi demitido também na segunda-feira (19). Em nota, disse ainda que é contrária a qualquer tipo de violência, em especial, contra a mulher.

Ajuda

Medida Protetiva online – Pode ser solicitada pelo site da Polícia Civil. Clique em “Solicitar Medida Protetiva” e depois em “Iniciar Pedido de Medida Protetiva”. 

- Publicidade -

Compartilhe

Popular

Veja também
Relacionados

Feito com muito 💜 por go7.com.br