sábado, 18 maio 2024
- Publicidade -
27.1 C
Nova Olímpia
- Publicidade -
abaixo de ultimas notícias

CHACINA DE SORRISO – Criminoso detalha mortes e diz que vítimas ‘se contorciam’

Mesmo dizendo que entrou na casa apenas para cometer roubo, Gilberto Rodrigues, 32, confessou e detalhou os estupros que cometeu contras 3 das vítimas. O criminoso estava foragido por latrocínio cometido em Goiás e por estupro em Lucas do Rio Verde em Mato Grosso.

Duramente o primeiro depoimento a polícia a respeito dos crimes cometidos contra a mãe e as 3 filhas, em Sorriso, na madrugada de sexta para sábado (25), Gilberto confessou que logo após esfaquear Cleci Calvi Cardoso, 46, Miliane Calvi Cardoso, 19, e Manuela Calvi Cardoso, 13, ele as estuprou.

Reincidente por estupro, ele detalhou que após deixar elas nuas, acariciou as partes íntimas de cada uma e logo depois introduziu o dedo na vagina de todas, enquanto elas se contorciam. Questionado sobre houve penetração, ele negou. Cleci e Miliane foram estupradas na cozinha, já Manuela dentro do quarto em cima de sua cama onde foi esfaqueada.

Em setembro, o criminoso no mesmo modo operante invadiu a casa de uma jovem de 24 anos, cometeu o abuso sexual e logo depois tentou a matar com uma faca. Desde então, ele estava sendo procurado pela Polícia Civil, além disso, ele era procurado por um latrocínio em outro estado.

Gilberto foi preso em flagrante na segunda-feira (27), e confessou ter cometido o crime sozinho, ele teve sua prisão convertida em preventiva, na tarde de terça-feira (28), após audiência de custódia em Sorriso (420 km ao norte de Cuiabá).

O caso 

Cleci Calvi Cardoso, 46, e suas filhas Miliane Calvi Cardoso, 19, Manuela Calvi Cardoso, 13, e Melissa Calvi Cardoso,10, foram encontradas mortas na manhã desta segunda-feira (27), no bairro Florais da Mata, em Sorriso (420 km ao norte de Cuiabá). As vítimas estavam degoladas e 3 delas nuas.

O pedreiro foi preso horas depois após confessar ter cometido a chacina, ele relatou aos policiais que esfaqueou Cleci Calvi Cardoso, 46, e suas 2 filhas Miliane Calvi Cardoso, 19, Manuela Calvi Cardoso, 13 e, enquanto elas ainda agonizavam, as estuprou. A filha mais nova, Melissa Calvi Cardoso, 10, foi morta asfixiada.

Pedreiro invadiu casa para roubar e matou ao ser flagrado

Reprodução Nortão NotíciasGilberto Rodrigues, 32, responsável por matar Cleci Calvi Cardoso, 46, Miliane Calvi Cardoso, 19, Manuela Calvi Cardoso, 13, e Melissa Calvi Cardoso,10, confessou que agiu sozinho e invadiu a casa para roubar. Em depoimento à polícia logo após a prisão, ele disse que matou porque a mãe, Cleci, reagiu. O plano dele era entrar na casa e roubar o que encontrasse de valor, porém após matar as vítimas saiu sem levar nada.

O homicida trabalhava como pedreiro em uma obra ao lado da casa onde o crime ocorreu e disse que conhecia a rotina da família. Via sempre a mãe saindo para levar as filhas à escola. Segundo ele, seu objetivo era subtrair algo de valor para vender, porém, assim que conseguiu invadir a casa pela janela do banheiro, foi surpreendido por Cleci que escutou o barulho e acendeu uma das luzes da casa.

Assustada com a invasão, a mãe atacou Gilberto que a empurrou e derrubou no chão. Durante luta corporal, uma gaveta de talheres caiu, momento em que ele se apossou de uma faca e a golpeou.

Com a barulho, a filha mais velha acordou e viu a mãe naquela situação. Ela foi para cima do suspeito e acabou sendo a segunda esfaqueada, as outras duas meninas acordaram e começaram a gritar dentro dos quartos, foi aí então que ele esfaqueou Manuela,13, em cima da cama e, em seguida, no outro cômodo asfixiou a caçula.

Questionado sobre a quantidade de golpes que desferiu contra as vítimas, ele disse não se recordar. Após cometer os crimes, o pedreiro ainda entrou nos quartos com o intuito de levar algo, porém não encontrou nada e foi embora pela mesma janela que havia entrado na casa.  Ele abusou sexualmente das vítimas antes de sair do local.

Gilberto trajava uma camisa e uma bermuda. Logo após cometer os 4 homicídios, retornou para o contêiner da obra, retirou a roupa e colocou em uma caixa, retomando sua rotina normal no outro dia.

O pedreiro foi preso horas depois após confessar ter cometido a chacina, ele relatou aos policiais que esfaqueou Cleci Calvi Cardoso, 46, e suas 2 filhas Miliane Calvi Cardoso, 19, Manuela Calvi Cardoso, 13 e, enquanto elas ainda agonizavam, as estuprou. A filha mais nova, Melissa Calvi Cardoso, 10, foi morta asfixiada.

- Publicidade -

Compartilhe

Popular

Veja também
Relacionados

5 benefícios do chá de canela para a saúde

A canela, um ingrediente presente na culinária há séculos,...

Jogos hoje (18/05/24) ao vivo de futebol: onde assistir e horário

Confira onde assistir ao vivo aos jogos de futebol...

Em vídeo, cantor Zezé Di Camargo enaltece segurança e policiais de MT

Em vídeo, o cantor Zezé Di Camargo prestou breve...
Feito com muito 💜 por go7.com.br