quinta-feira, 13 junho 2024
- Publicidade -
20.9 C
Nova Olímpia
- Publicidade -
abaixo de ultimas notícias

Adolescente de 14 anos que matou garoto de 10 será internado em Centro Socioeducativo de Rondonópolis

 

O menor de 14 anos que matou o amigo, de apenas 10 anos, na última quinta-feira, 17, em Tangará da Serra, será encaminhado para a internação provisória na unidade Socioeducativa de Rondonópolis. A informação foi repassada no final da tarde desta quarta-feira, 23, pela assessoria de imprensa do Tribunal de Justiça do Estado de Mato Grosso.

Segundo a assessoria, o processo corre em segredo, contudo a juíza responsável pela Vara da Infância e Juventude de Tangará da Serra, Leilamar Aparecida Rodrigues, autorizou o repasse de algumas informações. 

“O menor de 14 anos acusado de matar outro menino de 10 anos em Tangará da Serra foi ouvido em audiência de apresentação (ontem/22/11). Ele está assistido pela Defensoria Pública e teve a presença de representantes do Ministério Público e Conselho Tutelar”,

informaram, destacando que foi solicitada a internação provisória do menor e o mesmo será encaminhado a unidade socioeducativa de Rondonópolis.

“A internação provisória é pelo prazo de 45 dias, período em que será prolatada a sentença com a medida definitiva, que sai após a instrução processual. Caso seja aplicada a medida de internação, poderá ficar internado pelo prazo máximo de três anos”.

O caso

Ryan Rodrigues de Oliveira, 10 anos, foi encontrado morto na noite de domingo, 20, após três dias desaparecido. O amigo dele, um menor de 14 anos, confessou que o matou esganado tomado pela raiva ao ser alvo de bullying praticado por Ryan. 

“Ele fez o convite para o colega vir até o córrego, a primeiro momento fala que não foi planejado. Chegando no local não gostou de algumas brincadeiras, isso é o que o suspeito alega, não gostou do bullying praticado pela vítima, onde deu uma gravata no menor de 10 anos, posteriormente tentou afogá-lo no córrego e não satisfeito pegou uma pedra e desferiu dois golpes na sua cabeça”,

relatou o delegado responsável pelas investigações, Gustavo Espíndula de Souza. Após os fatos, o suspeito arrastou o corpo do menino em cerca de 300 metros para dentro da mata. 

O menor será autuado pelo ato infracional análogo ao crime de homicídio qualificado.

- Publicidade -

Compartilhe

Popular

Veja também
Relacionados

Feito com muito 💜 por go7.com.br