Titulo fixo

Nova Olimpia (MT), 16 de agosto de 2018 - 09:06

? ºC Nova Olimpia - MT

Galeria de Fotos

08/06/2018 09:54

Para Fávaro, verticalização da produção tem que vir acompanhada de qualificação profissional

Fávaro destacou que é fundamental que existam parcerias público-privadas, mas o estado deve ser o indutor desse processo

Verticalizar a produção e capacitar a mão-de-obra. A união desses dois fatores foi evidenciada pelo presidente regional do PSD e pré-candidato ao Senado, Carlos Fávaro, durante sua visita, nesta semana, aos municípios da região Médio Norte de Mato Grosso. Em sua passagem por Diamantino, Nortelândia, Arenápolis e Denise, Fávaro ressaltou que a criação de agroindústrias voltadas para atender a produção local potencializa os negócios, porém a qualificação profissional é fundamental para o efetivo crescimento econômico e social das cidades.

 

“Em Lucas do Rio Verde, por exemplo, foi instalada a indústria FSBionergia, primeira usina de etanol do país que utiliza somente o milho como matéria-prima, que trouxe mão-de-obra de outros estados e até de outros países, pois não havia pessoas capacitadas por aqui. É necessário verticalizarmos a produção, mas qualificar o nosso povo para crescer junto com a economia. Mato Grosso tem que estar voltado para os mato-grossenses”, disse.

 

Segundo ele, a região Médio Norte produz muito, “mas existem ilhas de prosperidade e outras que enfrentam muitas dificuldades. A realidade de muitos municípios como Sapezal e Lucas do Rio Verde por exemplo, é diferente de cidades como Nortelândia e Denise. Mato Grosso não terá uma indústria automobilística nos próximos 20 anos, pois a nossa vocação é produzir alimento com preço bom e de qualidade para vender para qualquer lugar do mundo. Por isso, temos que ter indústrias para processar nossa matéria-prima e gente capacitada para trabalhar com as oportunidades que surgirem”.

 

Para ele, existem muitas possiblidades para verticalizar a produção na região. “Aqui podem ser instaladas indústrias para processamento de frutas e da cadeia leiteira, já que há uma grande concentração de produtores da agricultura familiar. Além disso, essa região pode investir em piscicultura e se tornar um polo de confecção, pois existe cultura do algodão em vários municípios. Aliado a isso, as instituições de ensino, como a Unemat e o IFMT devem oferecer cursos que atendam as necessidades de cada região, porque é somente com a educação que vamos revolucionar Mato Grosso”, enfatizou.

 

O prefeito de Diamantino, Eduardo Capistrano (PDT), concordou com o posicionamento do presidente do PSD e destacou as dificuldades enfrentadas pelo município, que é o segundo mais antigo do estado. “Assim como a nossa cidade, muitas passam pelas mesmas dificuldades. Temos que buscar soluções para agregar valor à produção local”. O prefeito de Nortelândia, Jossimar José Fernandes “Zeno” (PSD), também está em busca de soluções para melhorar a economia do município. “Estamos trabalhando a cadeia produtiva do leite, mas estamos tendo dificuldades para investir por falta de recursos. Precisamos de repasses estaduais e federais para isso”.

 

Fávaro destacou que é fundamental que existam parcerias público-privadas, mas o estado deve ser o indutor desse processo. “Uma pequena propriedade nunca conseguirá competir com uma grande, mas dá sim para produzir e ganhar dinheiro. Municípios com a economia exaurida precisam do auxílio do estado para produzir e se desenvolver. Além disso, temos que criar condições para que os filhos da terra tenham oportunidade em suas próprias cidades, onde possam estudar e trabalhar sem ter que se afastar de suas famílias”, afirmou.

 

ROTEIRO – Fávaro, que está acompanhado de lideranças partidárias do PSD, deu início às viagens ao Médio Norte nesta quarta-feira (06) e fica na região até o próximo sábado (09). A visita faz parte de uma série de viagens que Fávaro tem feito pelo interior para se reunir com líderes do partido e discutir com a população e empresários locais propostas de melhorias para os municípios. Nesta semana, o pré-candidato se reuniu com prefeitos, vereadores, produtores e trabalhadores rurais e comunidade em geral.

 

Até sábado, a comitiva visitará sete cidades: Diamantino, Nortelândia, Arenápolis, Denise, Brasnorte, Tangará da Serra e Nova Olímpia. Nesta sexta-feira (08), a agenda será em Tangará da Serra com o prefeito, Fábio Junqueira (PMDB) e, em seguida, na Câmara Municipal com vereadores da cidade. Fávaro também se reunirá com produtores rurais, empresários e lideranças do PSD. Já no sábado (09), ocorrerá uma reunião com o prefeito Zé Elpídio (PSD) e lideranças do partido.

 

Também participam da agenda o deputado estadual Wagner Ramos, o presidente da Associação Mato-grossense dos Municípios (AMM), Neurilan Fraga, o secretário-geral do partido em Mato Grosso, Stephano do Carmo, e o representante do PSD Jovem, Cleiton Miranda.

Da assessoria


Click Nova Olímpia

Todos os direitos reservados
É proibido a cópia total ou parcial do conteúdo, e a reprodução comercial sem autorização.
Nova Olímpia - MT

Busca

Redes Sociais

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo