Titulo fixo

Nova Olimpia (MT), 14 de novembro de 2018 - 03:37

? ºC Nova Olimpia - MT

Fique Por Dentro

26/06/2018 07:54 SES/MT

Após 19 anos, dois casos de sarampo são confirmados em MT

Dois casos de sarampo foram confirmados pela Secretaria de Estado de Saúde (SES) na cidade de Guarantã do Norte. As notificações envolvem uma mulher de 30 anos e um homem de 31 anos. Desde 1999 não eram registrados casos de sarampo no estado. Uma investigação já está em andamento para saber como as pessoas contraíram o vírus, se em Mato Grosso ou estados vizinhos. O bloqueio vacinal foi solicitado no município e a SES alerta para que se intensifique a vacinação da tríplice viral.

O mesmo alerta foi enviado para os 16 Escritórios Regionais de Saúde (ERS) do estado. “O município já começou o bloqueio e a orientação é para que os moradores que não estão com o cartão de vacina atualizado procurem a unidade de saúde mais próxima”, aconselhou a coordenadora.

A SES/MT também está comunicando as ocorrências de sarampo em Mato Grosso à Secretaria de Estado de Turismo, para emissão de alertas aos viajantes. Também está sendo programando uma web aula de Vigilância, Imunização e Laboratório para os profissionais da rede SUS. “Alertamos aos viajantes, turistas, estudantes, migrantes, quando há intensificação de viagens internacionais para os países e mesmo em deslocamento nacional para os estados com surtos quanto a esta situação, com maior risco de exposição”, diz o documento emitido na tarde desta segunda-feira (25.06).

O sarampo é uma doença viral altamente contagiosa, podendo evoluir com complicações graves e óbitos. A doença é transmitida por meio das secreções expelidas pelo doente ao falar, tossir e espirrar. A vacina tríplice viral é a medida de prevenção mais segura e eficaz contra o sarampo. Ela protege também contra a rubéola e a caxumba.

Recomendações

Recomenda-se que os viajantes tenham suas vacinas atualizadas antes de viajar (preferencialmente com antecedência de 15 dias). A vacina tríplice viral é recomendada inclusive para crianças de seis meses a um ano. A dose administrada nesta faixa etária, menor de 1 ano, não será considerada válida.

Ela deve ser agendada a administração de dose da Tríplice viral (SRC) para os 12 meses e da Tetraviral (SRCV – sarampo, rubéola, caxumba e varicela) para os 15 meses de vida. A SES/MT reforça que se consideram vacinadas até 29 anos de idade pessoas com duas doses completas.

Com 30 anos ou mais uma dose, considera-se completamente vacinado. Toda dose informada deve ser comprovada através dos registros no cartão de vacinação ou cartão espelho. A vacina não é recomendada para as crianças menores de 6 meses, gestantes e indivíduos que apresentem contraindicações médicas. É importante reforçar a vacinação de profissionais que atuem no setor de turismo, motoristas de táxi, funcionários de hotéis e restaurantes.

Pessoas que mantenham contato com viajantes, imigrantes, bem como os profissionais de saúde, também devem ser vacinadas. Todo caso de sarampo deve ter assistência e tratamento adequado. Com isolamento domiciliar e ou hospitalar em casos com complicações até o final do período de transmissibilidade.


Click Nova Olímpia

Todos os direitos reservados
É proibido a cópia total ou parcial do conteúdo, e a reprodução comercial sem autorização.
Nova Olímpia - MT

Busca

Redes Sociais

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo