Titulo fixo

Nova Olimpia (MT), 15 de novembro de 2018 - 22:07

? ºC Nova Olimpia - MT

Esportes

BRASILEIRÃO 06/09/2018 08:46 Estadão Conteúdo

Inter bate o Flamengo, é beneficiado por derrota do São Paulo e assume a ponta

 

O Internacional é o novo líder do Campeonato Brasileiro. No esperado confronto direto pelas primeiras colocações diante do Flamengo, o time gaúcho foi preciso para vencer por 2 a 1 nesta quarta-feira à noite, no Beira-Rio, e acabou beneficiado pela vitória do Atlético-MG sobre o São Paulo, por 1 a 0, para alcançar a ponta da tabela.

Os resultados da rodada levaram o Inter a 46 pontos, mesmo número do São Paulo, mas com vantagem no saldo de gols - 17 a 16. Já o Flamengo, em queda livre na tabela, foi ultrapassado pelo Palmeiras e aparece agora apenas na quarta colocação, com 41 pontos. No domingo, o novo líder tem clássico com o Grêmio no Beira-Rio. No dia anterior, os cariocas recebem a Chapecoense no Maracanã.

Sabedor da pressão sobre o Flamengo e empurrado pela torcida da casa, o Inter adotou postura bastante ofensiva nos primeiros minutos desta quarta e sufocou o adversário. O símbolo do incômodo flamenguista foi uma sequência de dois erros na saída de bola que resultaram em escanteios para os donos da casa.

 

Atordoado, o Flamengo não aguentou a pressão e levou o primeiro gol logo aos cinco minutos. Edenilson lançou de longe, William Pottker tentou ajeitar de peito para Jonatan Alvez, mas a bola tocou nas costas de Léo Duarte e sobrou para o próprio atacante fuzilar para a rede.

A torcida cresceu com a vantagem, mas quando parecia que o domínio seria colorado, o Flamengo reagiu. O time carioca equilibrou a posse de bola e teve dois ótimos momentos no primeiro tempo em jogadas pelo alto. Aos 21, Pará fez grande jogada pela direita, cortou o marcador e cruzou para Marlos Moreno, que cabeceou em cima de Lomba.

A dupla voltou a funcionar dois minutos depois. Pará cruzou da direita e encontrou a cabeça de Marlos Moreno. O colombiano, desta vez, finalizou bem, mas Lomba caiu para espalmar. O Inter, então, tratou de mostrar por que tem uma das melhores defesas do campeonato e fechou os espaços. Mas o Flamengo foi para o intervalo com mais posse de bola (60%) e finalizações (4 a 2).

Na volta para o segundo tempo, o Inter tentou repetir o comportamento do início da partida e teve duas grandes chances para ampliar nos primeiros minutos. Aos quatro, Dourado deu lançamento perfeito para Nico López, que tentou por cobertura e pegou forte demais, jogando por cima. Um minuto depois, Zeca cruzou da direita, Patrick dominou e encheu o pé para boa defesa de Diego Alves.

Desta vez, porém, foi o Flamengo que precisou de apenas uma oportunidade para balançar a rede. Aos 12 minutos, Willian Arão fez boa jogada, Everton Ribeiro encontrou Vitinho, que encheu o pé de primeira, de fora da área. A bola tocou no travessão e pingou dentro do gol colorado.

Mas não deu nem tempo de comemorar, porque já no minuto seguinte o Inter voltou a ficar na frente. Nico López cobrou escanteio da direita e Dourado apareceu livre para finalizar com potência, sem chances para Diego Alves.

Os gols deixaram o jogo aberto e os minutos seguintes foram alucinantes. Aos 14, Vitinho invadiu a área pela esquerda e bateu firme, cruzado, para fora. Dois minutos mais tarde, após cobrança ensaiada de escanteio, Marlos Moreno finalizou da entrada da área e isolou.

Diante da postura ofensiva flamenguista, o Inter tratou de diminuir o ritmo e controlar a posse de bola. Teve chances para ampliar e reclamou de pênaltis em Edenilson e Patrick. Mas o mais importante era impedir que o adversário chegasse, e esta tarefa foi alcançada com êxito. No único erro da defesa da casa, Marcelo Lomba saiu bem do gol e impediu que Matheus Savio igualasse o placar, já aos 44.

FICHA TÉCNICA:

  1. INTERNACIONAL 2 X 1 FLAMENGO
  2. INTERNACIONAL - Marcelo Lomba; Zeca (Fabiano), Rodrico Moledo, Victor Cuesta e Iago; Rodrigo Dourado, Edenilson e Patrick; William Pottker, Nico López (Leandro Damião) e Jonatan Alvez (D'Alessandro). Técnico: Odair Hellmann.
  3. FLAMENGO - Diego Alves; Pará, Léo Duarte, Rhodolfo e Renê; Piris da Motta (Willian Arão), Romulo e Everton Ribeiro; Marlos Moreno (Matheus Savio), Lincoln (Uribe) e Vitinho. Técnico: Maurício Barbieri.
  4. GOLS - William Pottker, aos cinco minutos do primeiro tempo. Vitinho, aos 12, e Rodrigo Dourado, aos 14 minutos do segundo tempo.
  5. ÁRBITRO - Ricardo Marques Ribeiro (Fifa/MG).
  6. CARTÕES AMARELOS - Victor Cuesta, Jonatan Alvez, Marcelo Lomba (Internacional); Piris da Motta (Flamengo).
  7. RENDA - R$ 842.060,00.
  8. PÚBLICO - 30.389 pagantes (33.633 presentes).
  9. LOCAL - Estádio Beira-Rio, em Porto Alegre (RS).

Click Nova Olímpia

Todos os direitos reservados
É proibido a cópia total ou parcial do conteúdo, e a reprodução comercial sem autorização.
Nova Olímpia - MT

Busca

Redes Sociais

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo