Nova Olimpia (MT), 02 de agosto de 2021 - 09:56

? ºC Nova Olimpia - MT

Curiosidades

14/07/2021 22:11

Os cinco maiores tombos dos Jogos Olímpicos

Participar de uma Olimpíada é, quase sempre, um momento mágico para um atleta. No entanto, em alguns casos, esse sonho acaba se tornando um pesadelo. Nessa lista, lembramos de cinco momentos desastrosos de competidores nos Jogos, confira:

5) Stephan Feck – Londres 2012
O alemão acabou virando um meme na internet ao errar totalmente um salto na prova de trampolim 3 metros. Stephan acabou escorregando ao saltar da prancha e caiu de costas na água. O atleta de saltos ornamentais acabou recebendo uma dolorosa nota zero dos juízes.

4) Diego Hypólito – Pequim 2008
O ginasta era um dos favoritos ao ouro no Jogo de Pequim, tendo se classificado para a final do solo com a maior nota. No entanto, a prova final foi um pesadelo para o brasileiro. Hypólito vinha fazendo uma ótima apresentação, mas acabou se desequilibrando na aterrissagem do último salto e caiu no chão. Após frustrações em Pequim e Londres, o ginasta conseguiu se recuperar e conquistou uma merecida medalha de prata nos Jogos do Rio.
3) Lázaro Borges – Londres 2012
O cubano, medalhista de prata no Mundial de salto com vara teve muito azar nos Jogos de Londres. Durante um dos seus saltos a sua vara quebrou no meio, fazendo o atleta cair com tudo no colchão. O trauma acabou atrapalhando Lázaro, que não conseguiu se classificar para a final do evento.

2) Greg Louganis – Seoul 1988
O atleta americano dos saltos ornamentais deu uma aula de como se recuperar de um erro. Durante um salto no evento trampolim 3 metros, Greg acabou acertando sua cabeça na prancha após girar no ar. O atleta teve que receber pontos, mas não desistiu da prova e conseguiu se qualificar para as fases mais avançadas da competição. O trauma não atrapalhou o americano, que conquistou a medalha de ouro do evento.

1) Adrienne Nyeste – Sidney 2000
Durante sua performance nas barras paralelas, a húngara sofreu uma queda espetacular. Suas mãos escorregaram da barra durante um giro, fazendo com que ela fosse catapultada de cara em direção ao colchão. Apesar da imagem assustadora, Adrienne retomou os sentidos após poucos segundos e não sofreu nenhuma lesão séria.


Crie seu novo site Go7
vers�o Normal Vers�o Normal Painel Administrativo Painel Administrativo