Titulo fixo

Nova Olimpia (MT), 14 de dezembro de 2018 - 16:02

? ºC Nova Olimpia - MT

Curiosidades

CADA DIA MAIS RARAS 18/09/2018 06:51 Mirella Duarte - Rdnews

As cartas estão em desuso, mas guardam memórias e inspiram canções

Cada vez mais raras, cartas escritas à mão, na maior parte do tempo, também são sobre prioridades e sentimentos

“Quando o carteiro chegou e o meu nome gritou com uma carta na mão. Ante surpresa tão rude, nem sei como pude chegar ao portão”, é a letra da canção Mensagem, de Maria Bethânia, que descreve a entrega de uma carta que foi despedaçada e nunca lida.

Cartas de amores mal-resolvidos, saudosas, paixões avassaladoras, entre amigos, mães e filhos ou de outras relações peculiares, mas ainda assim não mais peculiares do que reservar um espaço de tempo e se dedicar ao ato, sujeito às rasuras, escritas com o próprio punho para quem teima em se lembrar. Cartas, na maior parte do tempo, também são sobre prioridades e sentimentos.

Cada dia tem sido mais raro, para os carteiros, entregarem este tipo de registro. Em tempos de rapidez e efemeridades das mensagens virtuais, a reportagem do  bateu um papo com a primeira carteira contratada de Mato Grosso, dentro de uma das sedes da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos, que fica no bairro Morada da Serra. Entre grades medianas, separadas por setores, estava Maria de Fátima, 50 anos, 22 de correios e que se lembra de inúmeras histórias que circularam diariamente nas mesmas casas, nos mesmos horários e de remetentes diversos.

Assessoria

Maria de F�tima Carteira

Maria de Fátima está em MT e, nessas mais de duas décadas trabalhando como carteira, tem muito pra recordar

Na região que Maria entrega há 18 anos, quando ela grita “carteira”, as pessoas logo sabem que é ela. “A baianinha chegou?”, indagam. É que fazem 35 anos que Maria está em Mato Grosso e, nessas mais de duas décadas trabalhando como carteira, tem muito pra recordar.

“Teve uma vez que entreguei uma carta de um filho longe da mãe. Na hora que entreguei ela ficou muito emocionada e começou a me abraçar e me beijar. Me disse que tinha mais de 20 anos longe do filho e me agradeceu muito, me pediu pra entrar e tomar café e água. Virei, então, amiga dela”, memora.

Maria, assim como todos os outros carteiros, tem tempo cronometrado de entrega e muitas metas. “Dessa vez acho que ela me viu como se eu fosse o próprio filho, me deu o abraço que queria dar ao filho dela. Me emocionei e fiquei muito feliz”, confessa.

Maria, vaidosa, usa unhas amarelas para combinar com o uniforme e diz que sempre usa protetor solar e faz o percurso de bicicleta - e não de moto - como a maioria dos colegas, por conta de sua altura. “Eu amo o que eu faço e faço com muito amor e dedicação. Se um dia tiver uma biz eu farei de moto. Aqui é uma empresa que eu amo de paixão, defendo de corpo e alma”, completa.

A carteira ainda relata que quando entrega cartas, ultimamente, elas vêm dos presídios e são entregues às mães. Nesse caso, elas recebem esperançosas pelas novidades e desejam que os filhos saiam logo.

Canção Postal

Esse sentimento de Maria de Fátima ou de quem recebe suas cartas, foi bem cantarolado com diversas canções sobre o tema no espetáculo Canção Postal, realizado em agosto deste ano pelo Coro Experimental. A regência foi de Tuanny Godoi, direção cênica, o roteiro de Gilberto Nasser e a regência de Jefferson Neves. “É um tema muito contemplado na música. Fomos procurando músicas que falassem sobre telegrama ou cartas. É uma forma de comunicação mais poética”, comenta Tuanny.

Divulgação

Espet�culo Can��o Postal realizado em agosto pelo Coro Experimental

Canções sobre sentimentos inspirados pelas cartas são tema do espetáculo Canção Postal, realizado em agosto deste ano pelo Coro Experimental

Segundo Tuanny, nem todas as músicas interpretadas eram antigas. “Teve até um pagode dos anos noventa, aquele que diz me liga, me manda um telegrama... a gente fez, assim, muita coisa antiga junto com coisa moderna”, comenta.

A idéia do espetáculo foi por conta de uma história do pai de um colega. Ele fez uma paródia resposta sobre a música da Maria Bethânia, mas desta vez, como se fosse ele a carta rasgada.


Click Nova Olímpia

Todos os direitos reservados
É proibido a cópia total ou parcial do conteúdo, e a reprodução comercial sem autorização.
Nova Olímpia - MT

Busca

Redes Sociais

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo
Copie e cole seu código de anúncio AMP apenas uma vez no código-fonte HTML das páginas em que você quer exibir anúncios. O posicionamento do código de anúncio não reflete a posição do anúncio.