Titulo fixo

Nova Olimpia (MT), 14 de novembro de 2018 - 03:39

? ºC Nova Olimpia - MT

Curiosidades

Copa do Mundo 2018 01/07/2018 19:16

Pai fanático pelo México 'divide' família e vai torcer contra o Brasil na Copa da Rússia

Edson Faria Júnior gosta tanto da cultura mexicana que homenageou o país dando nome de Miguel para seu filho, que tem apelido de Miguelito

 O casal Renata Negrão e Edson Faria Júnior vai usar de muito bom humor para se "dividir" na torcida do duelo do Brasil contra o México pela Copa da Rússia, nesta segunda-feira (2). Ele é fanático pela cultura mexicana e, ao lado do filho Miguel, vai torcer pela seleção mexicana, enquanto a mãe, com a filha Luíza, vai torcer pelo time de Tite.

Os dois dão risada quando o assunto é Mexico. "Desde os anos 1990 meus amigos sempre diziam que eu tinha cara de mexicano. Comecei a cultuar o filme 'Cheech e Chong - Queimando Tudo', depois vieram os filmes de Quentin Tarantino e Robert Rodriguez mostrando a cultura mexicana. Isso acabou ficando muito presente na minha vida", disse Júnior.

Ele lembra que essa aproximação com tudo que vem do México aumentou há cerca de cinco anos. "O irmão da minha mulher foi morar no México e comecei a ir para lá com frequência. Uma coisa que sempre fiz questão de fazer quando estou lá é tentar viver como os mexicanos vivem. Sempre gostei de ir a lugares periféricos, nunca ia em lugares turísticos, fiz muitos passeios paralelos aos que as agências de turismo oferecem."

"Durante a primeira viagem ao México, Renata chegou a ter preocupação com a alimentação da nossa filha Luíza, que tinha 2 anos quando fomos para lá. E foi sensacional, meus filhos tiveram muito contato com os mexicanos, com as crianças de lá, aprenderam a cultura nativa. A gente fez muita amizade com os mexicanos."

Renata disse que não vai seguir a torcida de Júnior. "Desde a época que a gente namorava ele já tinha essa paixão pelo México. De uns anos para cá isso vem aumentando, nem ele sabe direito de onde vem isso. Eu acho estranho e engraçado, mas não me incomoda. Ele acabou passando isso para o Miguel, nosso filho. Agora vai ter o jogo do Brasil contra o México e eu perguntei para ele qual seria a torcida dele e ele disse que vai torcer pelo México. A gente gosta bastante do México, mas eu vou torcer pelo Brasil."

 

Aliás, o nome do filho do casal foi escolhido por Júnior. "O nome Miguel, do meu filho mais velho, é uma homenagem ao México. Meus amigos diziam que se um dia eu tivesse um filho e ele fosse menino, meu filho seria um 'Miguelito'."

O pai disse que "Miguel assimilou totalmente esse amor pelo México". Para o fim do ano, ele pretende levar o filho para ver o GP Brasil de Fórmula 1, em Interlagos. "Como não temos mais brasileiro correndo, vamos comprar os ingressos e torcer pelo piloto mexicano Sérgio Pérez."

Sobre o futebol, Júnior disse que costuma ficar acordado de madrugada vendo jogos da Concacaf [entidade que controla o futebol da América do Norte, Central e do Caribe], da Copa Ouro. Acompanho a seleção mexicana. Durante a Copa no Brasil fui várias vezes na Fan Fest vendo os jogos do México. Naquela copa as duas seleções se enfrentaram na primeira fase e as duas se classificaram, mas agora não tem jeito, uma das duas seleções vai ficar pelo caminho. Já escolhi e vou torcer pelo México."

 
  Edson Faria Júnior diz que amigos sempre acharam que ele tinha cara de mexicano (Foto: Arquivo pessoal)

Edson Faria Júnior diz que amigos sempre acharam que ele tinha cara de mexicano (Foto: Arquivo pessoal)

Do G1 SP 


Click Nova Olímpia

Todos os direitos reservados
É proibido a cópia total ou parcial do conteúdo, e a reprodução comercial sem autorização.
Nova Olímpia - MT

Busca

Redes Sociais

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo