Titulo fixo

Nova Olimpia (MT), 17 de junho de 2018 - 23:03

? ºC Nova Olimpia - MT

Acontecimentos

09/06/2018 18:17

Homem estupra, asfixia e mata filha de 8 anos

Um homem foi preso pela Polícia Militar às 5h da manhã desta sexta-feira (8) no bairro Cupim, periferia de Ibiúna, interior de São Paulo. De acordo com o delegado titular, José de Arruda Madureira, ele foi preso em flagrante por asfixiar, estuprar e matar a filha de 8 anos. Após ter cometido os crimes, ele também teria incendiado a própria casa.

A Polícia Militar encontrou o suspeito em um matagal próximo da casa, onde teria se escondido. A ocorrência foi atendida no Corpo de Bombeiros de São Roque que foi avisada por volta das 2h da manhã dessa sexta-feira (8). "O chamado foi feito por vizinhos. A PM encontrou o corpo da menina quando chegou ao local e, na sequência, procurou por cerca de duas horas. Primeiro eles encontraram uma camisa semelhante a que ele estaria usando durante o dia, depois o encontraram", disse o delegado. 

O motivo do crime, segundo o delegado e pessoas próximas ao casal, teria sido um pedido de divórcio feito pela companheira, de 28 anos. No sábado (2), Madureira afirma que ele foi à delegacia com a filha para contar que a mulher queria se divorciar. Na segunda-feira (3), a mãe da sua companheira também foi à delegacia e teria contado ao chefe de investigação que ele costumava ameaçar a mulher. 

Ainda na terça-feira (5), uma advogada da cidade, ouvida pela reportagem do R7, afirmou que o homem teria procurado o escritório para saber como proceder durante o processo de separação. "Ele chegou dizendo que a mãe teria abandonado a filha", diz a advogada que não quis se identificar.

Apoiada pela mãe, a mulher do suspeito compareceu à delegacia na quarta-feira (6) para fazer um boletim de ocorrência por violência doméstica, o que teria motivado o sentimento de vingança do suspeito. "Ele disse que queria matar a esposa e depois se suicidar", disse a advogada. Já na quinta-feira, ele teria recebido as medidas protetivas que o manteriam afastado da mulher. O fato, segundo o delegado, teria sido o estopim para a execução dos crimes.

Para se manter afastada do companheiro, a mulher teria decidido passar a noite na casa da mãe, no mesmo terreno que viviam juntos. Segundo familiares, o casal vivia juntos há 13 anos e durante esse período ele teria a impedido de sair de casa diversas vezes e teria a ameaçado em diversos momentos. Ao delegado, ela também confirmou que vinha sofrendo ameaças. 

O suspeito deixou um recado para a companheira em um pedaço de pano encontrado pela Polícia Militar. Com marcas de fogo, o pedaço de pano traz, entre palavras de baixo calão, a mensagem: "a culpa é sua. Eu te amava mais do meu jeito."

A ocorrência chamou a atenção do delegado que chegou a desconfiar da paternidade do homem. "Foi algo tão brutal que cheguei a pensar que ele não fosse o pai biológico." Segundo o delegado, a mulher passou a madrugada em estado de choque e foi ouvida rapidamente pela Polícia Civil. "A única coisa que ela disse foi: achava que eu ia morrer, não minha filha."

De acordo com o delegado, o suspeito tem antecedentes criminais. "Em 1993, ele cometeu um estupro em Taubaté, pelo qual foi condenado a 4 anos de reclusão em regime fechado. Depois, em 1994, ele respondeu por outro estupro e uma tentativa de homicídio. No mesmo ano, foi condenado a 17 anos. Em 2013, ele respondeu por um homicídio e estava em liberdade aguardando um julgamento", informou Madureira. 

Nesse momento, o suspeito foi encaminhado para audiência de custódia. Dependendo da decisão do juiz, a prisão em flagrante pode ser convertida em prisão preventiva. "Ele pode pegar de 12 a 30 anos pelo homicídio, entre 8 e 15 anos pelo estupro de vulnerável e entre 3 e 6 anos pelo incêndio da casa", disse o delegado. Até o fechamento desta reportagem ele não tinha um defensor constituído.


Click Nova Olímpia

Todos os direitos reservados
É proibido a cópia total ou parcial do conteúdo, e a reprodução comercial sem autorização.
Nova Olímpia - MT

Busca

Redes Sociais

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo